Busca avançada
Ano de início
Entree

O pensamento cinemático de Adirley Queirós: cinema, cidade e história entre Ceilândia e Brasília

Processo: 19/27666-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:John Cowart Dawsey
Beneficiário:João Paulo de Freitas Campos
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Antropologia visual   Análise de filmes   Cinema brasileiro   Crítica cinematográfica   Ceilândia (DF)   Brasília (DF)

Resumo

Este projeto de doutorado objetiva investigar as relações entre cinema, cidade e história a partir da análise de quatro longa-metragens do cineasta brasileiro Adirley Queirós (Ceilândia-DF): A cidade é uma só? (2011); Branco sai preto fica (2014); Era uma vez Brasília (2017); e Mato seco em chamas (work in progress). Partimos da hipótese de que os filmes deste autor apresentam um pensamento sobre as cesuras de Brasília e o movimento de sujeitos subalternizados entre a cidade-monumento e sua extensa periferia. Nesta jornada, pretendemos construir uma abordagem para a análise de filmes que notabiliza, simultaneamente, as características formais da obra e a tematização ou crítica da vida social que esta apresenta. Para tanto, o presente experimento combina conceitos e métodos da antropologia da performance, antropologia visual e teoria e crítica de cinema. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)