Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da influência da temperatura na adesão de Staphylococcus aureus em perfusão de órgãos simulada em modelo de cerâmica

Processo: 20/08750-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Pesquisador responsável:Cristina Kurachi
Beneficiário:Marco Túlio de Freitas Reis
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Aderência bacteriana   Temperatura   Transplante de rim   Staphylococcus aureus   Óptica e fotônica

Resumo

Anualmente o número de pacientes em espera para transplante renal cresce numa taxa maior que o número de órgãos disponíveis. Essa disparidade enfatiza a importância do aproveitamento máximo dos órgãos doados. No entanto, uma parcela órgãos destinados ao transplante é descartada por baixa qualidade e/ou infecção. Estudos recentes realizados pelo nosso grupo de pesquisa (Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica - CEPOF) vem utilizando tecnologias fotônicas para desconta minará solução de preservação durante a perfusão do órgão. Porém, alguns resultados mostraram que a perfusão empregada nos protocolos, apesar de descontaminar o líquido, é ineficaz na remoção de microrganismos presentes no órgão. Com o objetivo de investigar técnicas para remoção desses microorganismos, o presente projeto propõe o estudo da influência da temperatura e fluxo do liquido de circulação na adesão de bactérias S aureus. Um modelo de cerâmica com bactérias aderidas será exposto a ciclos de líquidos com diferentes temperaturas já utilizadas na preservação de órgãos. Com base nos parâmetros já estabelecidos para perfusão de órgãos, o efeito do fluxo do líquido que circula no sistema também será investigado.