Busca avançada
Ano de início
Entree

Fui contaminado com COVID-19, e agora?: uma pesquisa qualitativa sobre os recursos de enfrentamento empregados por profissionais de saúde que foram infectados por COVID-19 com ênfase no uso de álcool e outras drogas

Processo: 20/08989-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Lúcio Garcia de Oliveira
Beneficiário:Rafaella Boro Pacheco
Instituição Sede: Centro Universitário. Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Pandemias   Infecções por Coronavirus   SARS-CoV-2   COVID-19   Pessoal de saúde   Isolamento social   Avaliação psicológica   Distúrbios psicológicos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Coronavirus | Covid-19 | Profissionais de Saúde | SARS-CoV-2 | Saúde Mental | Saúde Pública | Psiquiatria e Psicologia Médica

Resumo

A COVID-19, doença ocasionada pela infecção pelo vírus SARS-CoV-2, teve seu primeiro caso registrado na cidade de Wuhan, na China, tendo ganhado o status de pandemia em março desse ano. Os idosos e pessoas com doenças crônicas têm sido as principais vítimas da doença. Na indisponibilidade de vacina ou tratamento para o combate à COVID-19, as autoridades de saúde pública têm investido em medidas de prevenção. Na linha de frente de combate estão os profissionais de saúde, que têm sido contaminados por COVID-19 durante a assistência a pacientes, bem como tem sido obrigados a cumprir período de quarentena como forma de evitar o alastramento da pandemia, um período que está associado a uma série de efeitos psicológicos negativos. Objetivo: identificar os sentimentos suscitados entre os profissionais de saúde quando descobriram que estavam contaminados por COVID-19, os recursos de enfrentamento que empregaram durante o período de quarentena e, sobretudo, como foi a sua reação emocional ao regressar ao trabalho, em contato novamente com os estressores associados à pandemia de COVID-19. Materiais e Métodos: estudo transversal, observacional, descritivo e baseado nos pressupostos e técnicas da metodologia qualitativa de pesquisa. Uma amostra intencional de profissionais de saúde, atuantes em serviços públicos e/ou privados do Grande ABC, serão convidados a participar de uma entrevista semiestruturada, guiada por roteiro. As entrevistas serão realizadas em locais neutros e seguros, gravadas em meio eletrônico após a concordância do participante e analisadas de acordo com a análise de conteúdo de Bardin. Perspectivas: esperamos que os resultados desse estudo possam contribuir para o desenvolvimento de cuidados e intervenções que proporcionem maior bem-estar, redução de adoecimento psíquico e propostas mais assertivas de cuidado aos profissionais de saúde diante da crise decorrente da infecção por COVID-19. Palavras-Chave: coronavírus, COVID-19, SARS-CoV-2, Saúde Pública, Saúde Mental, Profissionais de Saúde. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)