Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas fisiológicas das plantas de citros ao glyphosate

Processo: 20/09460-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Fernando Alves de Azevedo
Beneficiário:Ana Caroline de Melo
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Aminoácidos   Citrus sinensis   Herbicidas   Plantas daninhas

Resumo

Atualmente observa-se que o controle de plantas daninhas para os citros está mais oneroso, por ser uma cultura perene onde as plantas daninhas convivem ao mesmo tempo e espaço, diminuindo assim as opções de controle, inclusive do químico. Aliado a isto, há relatos da excessiva e inadequada utilização do herbicida glyphosate pelos citricultores brasileiros, com quatro ou mais aplicações por ano agrícola, muitas em sequência e/ou em dosagens acima de 2 kg de equivalente ácido ha-1, sendo justificado pelos próprios produtores pelo baixo nível de controle atual. Há muita especulação sobre as consequências bioquímicas e fisiológicas da interação entre os citros e o glyphosate, e os trabalhos existentes mostram-se incipientes e não são conclusivos. Assim sendo, o objetivo deste projeto, é avaliar as implicações do uso de glyphosate, elucidando desde os distúrbios na rota metabólica do ácido chiquímico até a identificação das principais vias de intoxicação entre este herbicida e as plantas de citros. Para tanto, o projeto será dividido em dois experimentos: (i) "Acúmulo de chiquimato e concentrações de aminoácidos em mudas de laranjeira Pêra sob deriva simulada de glyphosate", que avaliará diferentes doses de glyphosate, determinando a concentração do chiquimato e dos aminoácidos fenilalanina, tirosina e triptofano, além de analisar a fotossíntese, o acúmulo de biomassa, o crescimento da parte aérea, do sistema radicular e seus parâmetros morfológicos; e, (ii) "Desenvolvimento de mudas de citros sob aplicação dirigida de glyphosate nas folhas, no solo e sobre plantas daninhas", que avaliará dois tipos de solo, diferentes locais de aplicação e doses de glyphosate em mudas de laranjeira Pêra, determinando a concentração do chiquimato, além de analisar o acúmulo de biomassa, o crescimento da parte aérea, do sistema radicular e seus parâmetros morfológicos. Assim, os resultados deste projeto contribuirão para confirmação das possíveis implicações do glyphosate, provendo informações para um manejo mais sustentável de plantas daninhas em citros, o que pode trazer benefícios para toda cadeia citrícola pela maior sanidade dos pomares.