Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um sabonete líquido com propriedade antifúngica a partir do extrato de Alternanthera brasiliana (L.) Kuntze

Processo: 20/01344-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Lucinéia dos Santos
Beneficiário:Luisa Cappi de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Fitoterapia   Fitoquímica   Micoses   Antifúngicos   Ações farmacológicas   Medicamentos fitoterápicos   Cerrado

Resumo

A fitoterapia é uma ciência que ganhou grande destaque nos últimos anos. Isto porque, apresenta um leque de novos compostos que podem ser usados como fármacos no tratamento de inúmeras doenças, cujo os tratamentos convencionais ainda se mostram ineficientes. Nesta direção, o tratamento da dermatomicose, doença de grande incidência no Brasil, com os antifúngicos sintéticos disponíveis atualmente, além de ser longo e causar vários efeitos colaterais, muitas vezes não é eficiente em razão da resistência desenvolvidas pelos fungos a essas drogas. Assim, na busca por novos antifúngicos, que apresentem um menor número de efeitos colaterais e maior efetividade, as pesquisas com extratos vegetais têm sido intensificadas. Nesta direção, até o momento já estão relatadas na literatura as ações vasodilatadora, anticarcinogênica, anti-inflamatória, antioxidante, cardioprotetora e antiviral das folhas da planta Alternanthera brasiliana (L.) Kuntze. Em complemento, a atividade antifúngica de plantas da espécie Alternanthera foi constatada sobre os fungos que contaminam plantas e alimentos (Rhizoctonia sp., Alternaria sp., Penicillium chrysogenum, Aspergillus niger) e geram doenças no ser humano (Candida albicans). Também, em um estudo piloto, realizado em nosso laboratório, para avaliar a atividade de extratos de plantas do Cerrado sobre o fungo Trichopyton rubrum, constatou-se a atividade antifúngica dessa planta. Quanto ao Bioma Cerrado, é importante destacar que este se apresenta altamente desmatado e ameaçado pelo avanço das fronteiras agrícola e pecuária, e em breve muitas de suas espécies vegetais poderão desaparecer. Desta forma, diante destes dados, este projeto tem por objetivo a elaboração de um novo fitoterápico com atividade antifúngica, ou seja, propõe o desenvolvimento de um sabonete líquido para corpo e couro cabeludo voltado ao tratamento de micoses cutâneas. Para isso, será avaliada a capacidade de inibição do extrato vegetal das folhas da Alternanthera brasiliana (L.) Kuntze em relação ao crescimento do micro-organismo Trichopyton rubrum. Posteriormente será desenvolvido um sabonete líquido, para o corpo e cabelo, enriquecido com o extrato vegetal e também será comprovada sua atividade antifúngica. Além disso, anteriormente a esses testes, será quantificado os teores de fenóis e flavonoides presentes no extrato, para estabelecer uma relação entre sua atividade farmacológica e composição fitoquímica e comprovada a ausência de citoxicidade do extrato. Por fim, será definida a qualidade e ausência de toxicidade do sabonete a fim de garantir o seu uso terapêutico. Vale destacar que a realização desse projeto permitirá o desenvolvimento de um novo antifúngico, que poderá contribuir para o tratamento das dermatomicoses e, poderá levar ao uso sustentável e preservação desse rico Bioma brasileiro.