Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho Agronômico de Clones de Coffea canephora na Região do Vale do Ribeira Paulista

Processo: 20/08394-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Alex Mendonça de Carvalho
Beneficiário:Carlos Issao Kanno
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Registro. Registro , SP, Brasil
Assunto(s):Células clonais   Coffea canephora   Doenças

Resumo

No cenário mundial a cultura do café se encontra entre os produtos mais comercializados e rentáveis representando fonte de renda para vários países. A espécie Coffea canephora L. se destaca na cafeicultura do Brasil, possuindo grande importância para a economia na contribuição como agente atuante positivo na balança comercial brasileira. Diante dessa importância econômica, objetiva-se com o projeto avaliar o comportamento de 20 clones de cafeeiro Coffea canephora no Vale do Ribeira Paulista, aliado à boas características agronômicas, a fim de gerar informações que contribuam para a recomendação técnica dessas cultivares para a região. O experimento foi instalado em dezembro de 2018, no Câmpus Experimental da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita filho" - UNESP, em Registro-SP, no espaçamento de 3,00 x 1,0m. O delineamento experimental utilizado é o de blocos casualizados, com três repetições, e parcelas de 10 plantas, sendo considerada como parcela útil apenas as seis plantas centrais. Serão avaliadas as seguintes características : diâmetro de caule, número de ramos plagiotrópicos, altura de plantas, número de nós dos ramos plagiotrópicos, comprimento de ramo plagiotrópico, incidência de cercosporiose nas folhas dos cafeeiros, incidência e severidade da ferrugem, incidência de bicho-mineiro nas folhas dos cafeeiros e incidência de phoma. As análises estatísticas serão realizadas utilizando-se o programa computacional Sisvar (Ferreira 2000). Também serão estimadas as correlações genotípicas e fenotípicas entre todas as características avaliadas, por meio do programa Selegen-REML/BLUP (Resende, 2007). Os dados médios, das características avaliadas, serão submetidos à análise de variância pelo teste F e, as médias comparadas pelo teste de Skott Knott a 5% de probabilidade. Espera-se no final do trabalho gerar informações que contribuam para a recomendação técnica desses clones para a região do Vale do Ribeira Paulista.