Busca avançada
Ano de início
Entree

Áreas de ocorrência por COVID-19 e a morbidade por tuberculose em município polo tecnológico do interior de São Paulo

Processo: 20/07060-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Doenças Contagiosas
Pesquisador responsável:Mellina Yamamura Calori
Beneficiário:Vinicius Paglione Carasek
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Planejamento em saúde   Pandemias   COVID-19   Coronavirus da síndrome respiratória aguda grave 2   Infecções por Coronavirus   Tuberculose   Incidência   Aglomerados espaciais   Georreferenciamento   São Carlos (SP)

Resumo

A COVID-19 trouxe consigo grandes mudanças na sociedade, se tornando uma emergência de saúde pública mundial. Em poucos meses a pandemia atingiu dimensões até então não vistas no mundo contemporâneo, acarretando grandes desafios as autoridades em saúde. Dentre eles, está a associação da COVID-19 a outras doenças, intensificando as problemáticas pré-existentes como no caso da Tuberculose. Os estudos que visam compreender as áreas de vulnerabilidade destas doenças possuem grande importância, podendo auxiliar no planejamento das ações em saúde. Objetivo: Identificar a existência de aglomerados espaciais da COVID-19 e verificar se eles seguem o mesmo padrão de distribuição dos aglomerados espaciais de casos de tuberculose em município tecnológico do interior do estado de São Paulo. Métodos: Trata-se de estudo descritivo, ecológico em que será considerando os 289 setores censitários urbanos de São Carlos. A população será composta por todos os casos de COVID-19 registrados no período de janeiro de 2019 até a data oficial da coleta de dados e casos de Tuberculose registrados de janeiro de 2019 até a data oficial da coleta de dados. Será realizada uma análise descritiva, taxa de incidência de cada doença e o georreferenciamento dos casos, posteriormente será aplicada a estatística de varredura para a identificação dos aglomerados estatisticamente significantes com p maior que 0,05. Serão construídos mapas coropléticos para figuração dos resultados. A pesquisa será submetida para apreciação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de São Carlos. (AU)