Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto baseado em evidências para estabelecimentos assistenciais de saúde

Processo: 20/03463-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Márcio Minto Fabricio
Beneficiário:Gabriela Henriques Camelo
Instituição-sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetura de instituições de saúde   Serviços de saúde   Avaliação pós-ocupação   Prática clínica baseada em evidências

Resumo

No contexto nacional, no tema da arquitetura para sistemas de saúde, enfrentam-se a baixa quantidade de projetistas especializados no tema e a constante replicação de unidades de baixa complexidade, o que leva à repetição de erros projetuais. Possuir repertório da área para projetar esta tipologia é de suma importância para melhorar a qualidade de tais edifícios, considerando que um bom projeto pode influenciar positivamente no serviço local oferecido, como no tratamento de pacientes. Na literatura brasileira ainda há lacunas no tema do Projeto Baseado em Evidências, ou Evidence-Based Design (EBD), conceito que vem crescendo internacionalmente e que proporciona uma sistematização de pesquisas formais e relevantes para avaliação de evidências coletadas em edificações de saúde, com fim de desenvolver melhorias para projetos e manutenções futuras. No Brasil, entretanto, existe a Avaliação Pós-Ocupação (APO), metodologia consolidada que, apesar de propor a coleta e análise de evidências de edifícios como o EBD, se aplica especificamente a edifícios em funcionamento. A relação que pode haver entre ambos, sejam similaridades, divergências ou complementaridades, pode promover o uso do Projeto Baseado em Evidências atrelado a uma metodologia de coleta e avaliação. Pretende-se caracterizar EBD por meio de Revisão sistemática da literatura, revisar e sistematizar APOs em edifícios de saúde no Brasil, e relacioná-los com o fim de delinear como podem ser coletadas, analisadas e sistematizadas evidências para promover qualidade à edificação de saúde. Prevê-se como contribuição final deste mestrado a publicação dos resultados à comunidade científica em formato de artigo. (AU)