Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabilidade a longo prazo das restrições genéticas quantitativas na evolução da resistência a pesticidas

Processo: 20/11270-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 22 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Ricardo Antonio Polanczyk
Beneficiário:Marcelo Mueller de Freitas
Supervisor no Exterior: Matthew C. Tinsley
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Stirling, Escócia  
Vinculado à bolsa:19/26967-1 - Nova metodologia de manejo da resistência (NMMR), BP.PD
Assunto(s):Fungos entomopatogênicos   Controle microbiano   Helicoverpa armigera   Inseticidas   Animais herbívoros   Segurança alimentar

Resumo

Os herbívoros resistentes a pesticidas estão entre os obstáculos mais importantes e caros para a segurança alimentar. A agricultura brasileira é altamente produtiva, mas o cultivo em larga escala, os sistemas de cultivo e o uso inadequado de métodos isolados de controle de insetos têm contribuído para a evolução da resistência das populações no campo. Portanto, o objetivo deste projeto é quantificar as respostas à seleção consistente e, assim, avaliar o potencial do uso intensivo de agentes de biocontrole para gerar resistência; avaliar até que ponto as flutuações na seleção causadas pela heterogeneidade espacial e temporal perturbam qualquer evolução direcional observada sob seleção consistente; e para quantificar mudanças na matriz de variância-covariância genética. (AU)