Busca avançada
Ano de início
Entree

Educação para redução de riscos entre estudantes de ensino médio e fundamental

Processo: 20/12561-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Ana Regina Noto
Beneficiário:Rafael Serafim da Silva
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/19472-5 - Intervenções inovadoras frente a problemas relacionados ao consumo do álcool no Brasil: busca de novas abordagens para uma antiga questão de saúde pública, AP.TEM
Assunto(s):Educação   Escolas   Transtornos relacionados ao uso de álcool   Prevenção do alcoolismo   Álcool   Adolescentes   Estudantes   Material didático   Pesquisa-ação

Resumo

Criação de um programa brasileiro de educação para redução de riscos relacionados ao uso de álcool com a participação dos familiares. Método: Para tanto, inicialmente, por meio de levantamento bibliográfico, serão buscadas metodologias baseadas em evidências científicas para trabalhar com a família em com apoio do CNPq e FAPESP, foram realizados estudos sobre o programa SHAHRP-PERAE de prevenção aos riscos relacionados ao consumo do álcool, que indicaram a relevância da inclusão de atividades com os pais ou responsáveis. Outros estudos também indicam tal necessidade de inclusão da família em programas preventivos (Zuquetto, 2013). Objetivo: Levantar subsídios para contexto escolar. Paralelamente, serão realizadas cerca de 20 entrevistas com os pais de alunos de Escolas Públicas, com o intuito de explorar como se estabelecem acordos pais-filhos sobre os riscos relacionados ao consumo de álcool, como o estabelecimento de limites e formas de diálogo, monitoramento dos adolescentes, percepção dos pais com relação aos riscos, crenças e valores envolvendo o uso de álcool pelos jovens e dúvidas com relação ao tema. Será criado um comitê consultivo, embasado pelas premissas de Learning Alliance composto por 10 integrantes que tem em sua trajetória profissional ou pessoal conhecimento e vivência na temática estudada: familiares, estudantes de escolas públicas, pessoas da gestão de políticas das instituições, gestores escolares, educadores (professores e outros profissionais da educação), psicólogos (especialistas em família, desenvolvimento humano, psicologia da educação). Será desenvolvido um material didático específico para famílias, que será testado por meio de um piloto em escolas parceiras e espaços comunitários. O processo de implantação será avaliado por meio de pesquisa-ação e co-construção junto aos familiares. As ações sugeridas serão testadas, em estudo piloto, em escolas e espaços comunitários. (AU)