Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção molecular de Hepatozoon sp. em felinos domésticos nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rondônia

Processo: 20/12773-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Marcos Rogério André
Beneficiário:Isabela de Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Diversidade genética   DNA   Hepatozoonose   Análise química do sangue   Extração de DNA   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Gatos   Minas Gerais   São Paulo   Rondônia

Resumo

A hepatozoonose felina é uma infecção que acomete felinos selvagens e domésticos e é causada por protozoários do gênero Hepatozoon sp. Pouco se sabe a prevalência e diversidade genética das espécies de Hepatozoon que ocorrem em felinos no Brasil, assim como os vetores envolvidos nos ciclos de transmissão. Os sinais clínicos da hepatozoonose felina são inespecíficos, com destaque para elevação das enzimas lactato desidrogenase (LDH) e creatina quinase (CK) sugestivas de dano muscular. De fato, a presença de sinais clínicos na presença de infecção por Hepatozoon spp. geralmente está associada com comorbidades. O presente estudo tem como objetivo investigar a presença e caracterizar o DNA de Hepatozoon em amostras de sangue de felinos domésticos amostrados nos municípios de Araguari e Uberlândia, no estado de Minas Gerais, no município de Jaboticabal, no estado de São Paulo, e no município de Rolim de Moura, estado de Rondônia. Entre agosto a setembro de 2018 foram colhidas amostras de sangue de 390 felinos domésticos (88 em Uberlândia, 67 em Araguari, 151 em Jaboticabal e 84 em Rolim de Moura). As amostras de sangue serão submetidas à extração de DNA e ensaios de PCR convencional para o gene endógeno de mamíferos gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase (gapdh) e as amostras positivas serão submetidas a ensaios de nested PCR para Hepatozoon baseado no gene 18S rRNA. As amostras positivas serão purificadas e sequenciadas pelo método de Sanger. As sequências obtidas serão submetidas à inferências filogenéticas para posicionamento das mesmas dentro de um parentesco evolutivo com espécies de Hepatozoon detectadas no Brasil e outras partes do mundo. Adicionalmente, será análise de diversidade, rede de haplótipos e de distância pelo programa Splitstree. O presente trabalho contribuirá para o entendimento da diversidade genética de Hepatozoon spp. em felinos no Brasil.