Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de um novo agente causal associado a manchas cloróticas em citros

Processo: 20/07026-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Juliana de Freitas Astúa
Beneficiário:Mariane da Costa Rodrigues
Instituição-sede: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Clorose variegada dos citros   Leprose   Ácaros parasitos de plantas   Brevipalpus   Suco de laranja   Métodos para melhoria da produtividade

Resumo

O Brasil é responsável por 56% da produção mundial de suco de laranja, contudo, a produtividade é afetada por doenças como a leprose dos citros (LC), causada por vírus transmitidos por ácaros do gênero Brevipalpus (VTBs). Os VTBs induzem sintomas em de lesões localizadas cloróticas e/ou necróticas nos frutos, folhas e ramos. Em condições naturais não infectam sistemicamente as plantas e são divididos nos gêneros Dichorhavirus e Cilevirus. No período de 2017-2019, foram recebidas amostras de laranjas e tangerinas coletadas nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, e Bahia com sintomas semelhantes aos causados por LC e clorose zonada dos citros (CZ). A CZ é uma doença de etiologia viral, sem caracterização molecular e possivelmente transmitida por ácaros brevipalpus. Embora as amostras tenham sido negativas para os testes de detecção mediante microscopia eletrônica de transmissão (MET) e RT-PCR com os iniciadores específicos de VTBs, amplificaram com iniciadores degenerados de kitavírus. O presente trabalho visa identificar e caracterizar esse agente causal, através de sequenciamento de alto rendimento (high-throughput sequencing, HTS). Paralelamente, amostras de citros com CZ do herbário do Instituto Biológico, coletadas no período de 1933-1969, serão sequenciadas mediante HTS. As sequências do novo agente causal serão comparadas com as sequências de outros kitavírus e com as sequências de CZ, permitindo reconhecer relações filogenéticas, parâmetros evolutivos dos agentes envolvidos e propor classificação taxonômica. Além disso, será feito o desenho de iniciadores específicos para detecção do(s) agente(s) detectado(s) e a transmissão biológica do(s) agente(s) mediante ácaros brevipalpus virulíferos para plantas de Arabidopsis thaliana. As ferramentas moleculares geradas neste trabalho darão suporte aos estudos da variabilidade e diversidade dos agentes causais das doenças virais que afetam a citricultura brasileira e que podem ter sua relevância econômica aumentada, devido ao contexto de mudanças climáticas e drásticas restrições no uso de agroquímicos disponíveis para o controle dos ácaros vetores. Esses estudos fazem parte de um dos objetivos do projeto "Understanding the molecular biology and ecology of plant-virus-vector relationships: Towards Sustainable, Integrated Virus Management Strategies" (Fapesp-NWO, proc. 2017/50222-0), coordenado pela orientadora e ao qual esta proposta está associada. (AU)