Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização de um sistema de deleção gênica por CRISPR/Cas9 em macrófagos para avaliar proteínas importantes para a ativação do inflamassoma de NLRC4

Processo: 20/06177-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Dario Simões Zamboni
Beneficiário:Letícia de Sousa Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/11342-6 - Mecanismos e consequências da ativação de receptores citoplasmáticos por patógenos intracelulares, AP.TEM
Assunto(s):Caspase 1   Proteína 9 associada à CRISPR   Repetições palindrômicas curtas agrupadas e regularmente espaçadas   Imunidade inata   Inflamassomos   Macrófagos   CRISPR-Cas9

Resumo

O inflamassoma é um complexo multiproteico que auxilia a ativação de diversas caspases inflamatórias em resposta a sinais ambientais ou a entrada de patógenos em uma célula. Logo após o reconhecimento do ligante, o complexo inflamassoma é formado e auxilia a ativação da pró-IL-1b e pró-IL-18, além de gasdermina D. A ativação do inflamassoma leva a secreção de citocinas e a morte celular inflamatória, também conhecida como piroptose. Desta forma, o inflamassoma apresenta um papel crucial na defesa do hospedeiro contra patógenos intracelulares, como Salmonella, Shigella, Legionella pneumophila e Pseudomonas aeruginosa, além de se relacionar com o aparecimento e progressão de doenças hereditárias ou inflamatórias, como a chamada MAS (Macrophage Activation Syndrome), a enterocolite de início neonatal e o glioma. Apesar de ser um dos inflamassomas mais estudados, alguns mecanismos envolvidos na via de NLRC4 ainda precisam ser identificados. Ao expandir o conhecimento sobre moléculas envolvidas em sua ativação e sinalização, será possível alcançar um melhor entendimento a respeito de doenças inflamatórias relacionadas ao mesmo, assim como o papel do inflamassoma no controle de patógenos intracelulares. Neste projeto, pretendemos utilizar a técnica de CRISPR-Cas9 para avaliar o papel de genes identificados em uma varredura realizada no nosso laboratório para proteínas que interagem com NLRC4 em resposta a infecção por Legionella pneumophila. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)