Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo estrutural de sistemas lipídios e peptídeos anfilificos via filmes de Langmuir e Langmuir-Blodgett

Processo: 20/02192-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica de Processos e Sistemas
Pesquisador responsável:Wendel Andrade Alves
Beneficiário:Barbara Bianca Gerbelli
Supervisor no Exterior: Ian William Hamley
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Reading, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/05888-3 - Biossensores baseados em peptídeos anfifílicos para detecção e diagnóstico de doenças, BP.PD
Assunto(s):Lipopeptídeos   Caracterização estrutural   Acetilcolinesterase   Técnicas biossensoriais   Técnica de Langmuir-Blodgett   Polimorfismo genético

Resumo

Neste projeto propomos a síntese de novos lipopeptídeos e a e caracterização estrutural destes juntamente com a enzima acetilcolesterase (AChE), que é amplamente utilizada para biossensores de pesticidas. Para isto, será explorado as arquiteturas moleculares usando as técnicas de Langmuir e Langmuir-Blodgett, empregando misturas de lipídios insaturados (como lecitina/DPPC) e os lipopeptídeos. A escolha destas moléculas se da pelo fato de terem um rico polimorfismo e, em sua capacidade, de estabelecer biointerfaces através do reconhecimento molecular, o que aumenta significativamente sua aplicação. As técnicas de espalhamento (raios-X e nêutrons) serão usadas para a investigar aspectos estruturais e fornecer informações sobre os mecanismos envolvidos na auto-organização das moléculas anfifílicas, bem como na interação com a AChE. Além das técnicas de espalhamentos, também serão exploradas técnicas que forneçam informações complementares no espaço direto, tais como espectroscopia e microscopia. A combinação dessas técnicas nos permitirá correlacionar os mecanismos físico-químicos envolvidos na auto-organização das nanoestruturas. Alterações estruturais do complexo serão avaliadas variando os resíduos de aminoácidos dos lipopeptídeos. O objetivo principal deste projeto é obter diferentes organizações supramoleculares com possíveis aplicações de biossensores para pesticidas. (AU)