Busca avançada
Ano de início
Entree

Ocorrência e caracterização de fatores de virulência e resistência a antimicrobianos de Pseudomonas aeruginosa isoladas de amostras de água do Oeste Paulista

Processo: 20/08262-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Lizziane Kretli Winkelströter Eller
Beneficiário:Letícia Franco Gervasoni
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia   Anti-infecciosos   Micro-organismos   Bactérias gram-negativas   Biofilmes   Pseudomonas aeruginosa   Fatores de virulência   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Análise físico-química   Centro-Oeste paulista

Resumo

Pseudomonas aeruginosa é uma bactéria Gram-negativa considerada patógeno oportunista. Sua capacidade versátil favorece sua sobrevivência e permanência em ambientes diversos, inclusive em sistemas de abastecimento de água. Destaca-se pela sua capacidade de formar biofilmes, pelo amplo arsenal de mecanismos de resistência a antimicrobianos e o conjunto de fatores de virulência estruturais e químicos. O objetivo deste estudo é realizar a detecção de P. aeruginosa e caracterização de fatores de virulência e resistência a antimicrobianos em amostras de água de abastecimento de municípios do Oeste Paulista. As amostras serão coletadas pelos técnicos das vigilâncias municipais dos 45 municípios do Oeste Paulista, as quais serão realizadas análise físico-química da água e detecção de P. aeruginosa. Os isolados serão fenotipicamente caracterizados pela avaliação da susceptibilidade a antimicrobianos, produção de metalo-beta-lactamase, capacidade de hidrolisar beta-lactâmicos e avaliação da habilidade de formação de biofilmes. Além disso, será realizado análise genotípica para presença de genes dos fatores de virulência e genes de resistência a antimicrobianos. Também será detectado o gene oprD e sequenciado para avaliar possíveis mutações. Os resultados serão analisados estatisticamente com nível de significância de 0,05. É esperado que a detecção P. aeruginosa isoladas de água de abastecimento dos municípios do Oeste Paulista e caracterização de fatores de virulência e resistência a antimicrobianos contribua com o conhecimento do perfil fenótipo e genotípico do microrganismo e desta maneira traçar estratégias para evitar a sua contaminação na água de abastecimento.