Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das funções visuais em recém-nascidos pré-termo e termo: validação transcultural e implantação de uma ferramenta visual

Processo: 19/09480-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Marcelo Fernandes da Costa
Beneficiário:Giovana Pascoali Rodovanski
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico da situação de saúde   Diagnóstico precoce   Estudos de validação   Visão ocular   Recém-nascido   Recém-nascido prematuro   Santa Catarina   São Paulo

Resumo

A prematuridade apresenta um impacto negativo ao sistema visual em desenvolvimento, devido à interrupção do período crítico da maturação visual. Sendo assim, detectar precocemente possíveis alterações visuais em Recém-Nascidos (RN), pode auxiliar no diagnóstico de déficits neurológicos e visuais. Considerando os recursos limitados da saúde brasileira, é inviável a utilização de ferramentas de alto custo para a avaliação das funções visuais em RN nos serviços prestados pelo SUS e municípios de baixa renda. Em busca de uma ferramenta de fácil aplicação e viável financeiramente, foi desenvolvido na Itália, o Teste Simplificado das Funções Visuais (TSFV), que se mostrou capaz de avaliar as funções visuais de RN precocemente, mas não apresenta validação para a população brasileira. Objetivos: a) verificar a validade e a confiabilidade do TSFV em RN pré-termo e termo; e b) avaliar e comparar as funções visuais de RN pré-termo e termo com até 48 horas de vida, ao completar 40 semanas e no terceiro mês de vida. Métodos: estudo de caráter transversal, cego simples, realizado para verificar a aplicabilidade do TSFV e comparar o desenvolvimento das funções visuais de RN. Será realizado no Hospital Regional Deputado Afonso Guizzo (HRA) localizado no município de Araranguá, Santa Catarina e no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP), São Paulo, capital. Serão desenvolvidas a versão preliminar e experimental do TSFV, o estudo piloto da versão experimental e avaliadas a validade e confiabilidade da ferramenta. Além disto, serão realizadas as comparações da função visual de RN pré-termo e termo até 48 horas após o nascimento, ao completar 40 semanas de idade corrigida e no follow up aos 3 meses de idade. (AU)