Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos efeitos de NT157, fármaco com múltiplos alvos anticâncer, em modelos celulares de câncer de pulmão

Processo: 20/12748-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:João Agostinho Machado Neto
Beneficiário:Lívia Bassani Lins de Miranda
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia celular   Neoplasias pulmonares   Transdução de sinais   Mecanismos moleculares   Sobrevivência celular   Invasão celular   Western blotting   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

O câncer de pulmão é a neoplasia mais incidente no mundo, com exceção do câncer de pele não melanoma. Em 2018 atingiu cerca de 2 milhões de pessoas no mundo e representa cerca de 18,4% dos óbitos entre todos os cânceres. Mecanismos moleculares estão envolvidos em diferentes aspectos do tumor, como agressividade, e, apesar de já estudados, seu potencial como alvo ainda não é amplamente explorados. Estudos sobre a neoplasia indicaram que diferentes vias de proliferação e sobrevivência celular, como IGF1R, se mostram mais ativas, e vias de estresse como as de MAPK se mostram inibidas. NT157 é um fármaco sintético inicialmente descrito como inibidor dos receptores IGF1R/IRS1-2 assim como da via de STAT3, mas que já demonstrou ter efeito em outras importantes vias de sinalização, como as vias de PI3K/AKT e JNK, e do receptor tirosina quinase AXL. O presente estudo visa elucidar os efeitos do fármaco NT157 em células de câncer de pulmão, assim como investigar sua influência em vias já descritas na literatura em outros modelos celulares tumorais. Para tanto serão utilizadas linhagens estabelecidas de neoplasias pulmonares em que serão caracterizadas a expressão de vias de sinalização, assim como o efeito de NT157. Serão utilizadas técnicas de PCR em tempo real e Western blotting, e ensaios celulares de viabilidade, apoptose, migração e invasão celular. Nossa expectativa é esclarecer os efeitos do antineoplásico e possivelmente propor um novo fármaco para o tratamento do câncer de pulmão.