Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de dessensibilizantes dentinários na resistência de união de materiais restauradores adesivos em dentina erodida e abrasionada

Processo: 20/10247-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Ana Cecília Corrêa Aranha
Beneficiário:Laura Faria Schimenes
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Materiais restauradores do canal radicular   Resistência de união (odontologia)   Sensibilidade da dentina   Adesivos dentinários   Adesão   Técnicas in vitro

Resumo

Este estudo in vitro avaliará a influência que um tratamento dessensibilizantepossa ter sobre a resistência de união de um material restaurador adesivo emdentina erodida e abrasionada. Para tanto, serão utilizadas 40 amostras de terceirosmolares humanos hígidos confeccionados a partir de um disco diamantado de duplaface em cortadeira metalográfica de precisão. Em seguida, as amostras serão preparadas e padronizadas para que então possam ser divididas aleatoriamente de acordo com o tipo de tratamento que receberão (5 grupos) no substrato dentinário(n=10), antes da aplicação do sistema adesivo. Os grupos de escolha são: G1 - Semtratamento (Controle); G2 - Ultra EZ; G3 - Gluma Desensitizer; G4 - Clinpro WhiteVarnish. A aplicação do adesivo será feita com Clearfil SE Bond (Kurakay Noritake), seguindo o protocolo adesivo preconizado pelo fabricante. Posteriormente, nasuperfície dos espécimes serão inseridos 3 incrementos, de 2mm de espessuracada, utilizando a resina composta Filtek " Z350 XT (3M ESPE, St. Paul, MN,USA), cor A2. Os incrementos serão fotoativados com o aparelho Valo Cordless.Para realizar a análise quantitativa de resistência de união, será feito o teste demicro-tração (¼-TBS) por meio de uma máquina de teste universal (Instron 4411,Instron Corporation, Canton, MA, EUA) a uma velocidade de 0,5 mm/min até a falha,submetendo as amostras à carga de tração. Os resultados obtidos serão submetidosa análise estatística.