Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação bioquímica e histológica dos efeitos do pré-condicionamento isquêmico direto e remoto no rim de ratos jovens

Processo: 20/03925-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ana Cristina Aoun Tannuri
Beneficiário:Arthur Henrique de Almeida Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Ratos   Transplante de rim   Cirurgia pediátrica

Resumo

O transplante renal é a alternativa indicada para os pacientes com insuficiência renal crônica em fase terminal, estando o paciente em diálise ou em fase pré-dialítica. Dentre os obstáculos biológicos ao transplante, destaca-se a lesão por isquemia e reperfusão (IR)- sendo a lesão por IR uma condição tipificada pela restrição temporária do suprimento arterial de um órgão seguida do restabelecimento da perfusão e posterior reoxigenação. Sabe-se que a menor exposição à lesão por IR traz melhor função renal imediata dos rins transplantados ou submetidos a nefrectomia parcial, bem como maior sobrevida dos rins a longo prazo. Assim, a técnica do précondicionamento isquêmico surgiu com a prerrogativa de reduzir os danos celulares ao órgão em sofrimento isquêmico. Esse trabalho objetiva comparar os efeitos das 2 técnicas de pré-condicionamento, até então documentadas, direta (PCID) e remota (PCIR). Mas, para além disso, utilizando-se de ratos jovens também irá simular a fisiologia diferenciada das crianças. Sendo que a idade desses mamíferos pouco foi relacionada nos estudos já publicados, essa será uma oportunidade para adquirir dados atualizados e diferenciados por idade, além de permitir avaliar a extensão dos benefícios e riscos da aplicação de alguma das duas técnicas de pré-condicionamento, permitindo compará-las, não apenas com o grupo controle, mas entre si. Sendo distinguidores de grande importância para este projeto. Serão utilizados 49 ratos jovens (60-90 g) que serão divididos em 4 grupos: grupo controle, grupo isquemiareperfusão, grupo pré-condicionamento isquêmico direto seguido de isquemia e reperfusão e grupo précondicionamento isquêmico remoto seguido de isquemia e reperfusão. Serão feitas a pesagem, medida do comprimento, estudos séricos e histológicos para avaliação do grau do comprometimento renal, comparando esses grupos de modo a permitir a determinação do grau do efeito protetivo dessas duas técnicas. As amostras renais serão colhidas por cirurgia laparoscópica.