Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das características bioquímicas de P. falciparum resistente a atovaquona

Processo: 20/12563-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Alejandro Miguel Katzin
Beneficiário:Sofia Ferreira Silva de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/22452-1 - Biossíntese de isoprenóides em Plasmodium falciparum: avaliação de possíveis alvos para a obtenção de novas drogas antimaláricas, AP.TEM
Assunto(s):Malária   Antimaláricos   Micro-organismos   Atovaquona   Ubiquinona   Plasmodium falciparum   Caracterização   Biossíntese

Resumo

A malária é uma doença que vem sendo um grande problema na saúde pública de países subdesenvolvidos e emergentes como Brasil, Índia, Indonésia e grande parte do continente africano que sofrem com o crescente número de casos. Causado pela espécie de parasitas Plasmodium, a doença é grave, podendo levar à morte. Sendo assim, na tentativa de controlar os efeitos da doença, muitos fármacos foram desenvolvidos dentre eles a Atovaquona. Embora seja um efetivo antimalárico, o evento de resistência a essa droga tem se mostrado um fato constante, inclusive em associação ao Proguanil (Malarone ®). Tendo em vista que a atovaquona é um dos poucos antimaláricos cujo alvo molecular é conhecido e envolve a competição com a ubiquinona, este projeto tem como objetivo central realizar uma análise das características bioquímicas de parasitas resistentes a atovaquona, com foco principal na via de biossíntese de ubiquinonas e a cadeia de transporte de elétrons do parasita da malária.