Busca avançada
Ano de início
Entree

Eficiência de fungos micorrízicos arbusculares e rizobactérias para mitigar o estrese hídrico e melhorar a absorção de fósforo pelas plantas de Zea mays L.

Processo: 20/12751-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 02 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 02 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Elke Jurandy Bran Nogueira Cardoso
Beneficiário:Antonio Marcos Miranda Silva
Supervisor no Exterior: David Leonard Jones
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: Bangor University, País de Gales  
Vinculado à bolsa:19/13436-8 - Mitigação do estresse hídrico em milho (Zea mays L.) mediante a inoculação de fungos micorrízicos arbusculares e rizobactérias promotoras de crescimento, BP.DR
Assunto(s):Microbiologia do solo

Resumo

Fungos micorrízicos arbusculares (FMA) e rizobactérias promotoras de crescimento de plantas (PGPR) são microrganismos chave do solo, capazes de ativar diversos mecanismos bioquímicos nas plantas, como alívio da seca, uso eficiente de nutrientes e controle de patógenos. O objetivo deste projeto é avaliar o potencial de FMA e PGPR na aquisição de P no solo por plantas de milho, sob estresse hídrico, utilizando uma abordagem com fósforo marcado. Um experimento em vaso será instalado em casa de vegetação utilizando solo estéril coletado no Brasil. Três tipos de inoculação serão testados: i) apenas FMA, ii) apenas PGPR e iii) um consórcio de FMA e PGPR, bem como um tratamento de controle sem qualquer inoculação. Além disso, parte dos vasos receberá fertilizante mineral com P marcado. A exclusão de malha será usada no solo para determinar o papel dos FMAs na absorção de P das diferentes fontes de P. As plantas serão colhidas 30 dias após o transplante e solo, parte aérea e raiz serão amostrados para análises microbiológicas e químicas. Esperamos que o uso de FMA e PGPR combinados possa promover uma maior aquisição de P por plantas de milho sob estresse hídrico