Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de bioaroma frutal: efeito do uso combinado de resíduos agroindustriais e de precursores

Processo: 20/13955-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Daniele Souza de Carvalho
Beneficiário:Raquel Szabo
Instituição-sede: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Campus Avaré. Avaré , SP, Brasil
Assunto(s):Resíduos agroindustriais   Bagaço de cana-de-açúcar   Óleo de soja   Neurospora   Bioaroma

Resumo

A produção biotecnológica de compostos de aroma é um campo emergente, pois diferentemente da tradicional síntese química, os compostos produzidos por micro-organismos são classificados como naturais, vindo de encontro à tendência dos consumidores por alimentos saudáveis. O Brasil por ser um país agrícola é uma ótima fonte de diferentes resíduos que podem ter valor agregado se pesquisas forem realizadas nesta área. Este trabalho se dedicará ao aprendizado da produção de aroma frutal, tendo como substrato, resíduos agroindustriais da região de Avaré com o intuito de tornar mais atrativo o processo de produção deste bioproduto aliado a diminuição do impacto ambiental e a demanda do consumidor. O gênero Neurospora sitophila, pertencente a um grupo de fungos filamentosos, é relatado como produtor de hexanoato de etila, um éster caracterizado por possuir intenso um aroma frutal amplamente utilizado na indústria de alimentos. A produção deste aroma por via biotecnológica apresenta ainda algumas dificuldades, relacionadas ao custo de produção e extração do produto, que podem ser minimizados com o uso de resíduos agroindustriais, diminuindo assim, os custos da etapa fermentativa e tornando-o factível. O uso combinado de resíduos para a produção de hexanoato de etila por Neurospora sitophila ainda não foi estudado e pode ser uma oportunidade de aumentar a qualidade do meio de cultivo para o microrganismo além de diminuir os custos operacionais no processo de produção de aroma, visto que o meio de cultura pode ter uma incidência significativa no custo total da produção além de agregar valor aos resíduos agroindustriais. Diante do exposto os objetivos desse projeto compreendem o uso de Neurospora sitophila n° CTT 5055 tendo como substratos resíduos agroindustriais (bagaço de cana-de-açúcar e bagaço de malte) utilizados de forma combinada para a produção de hexanoato de etila, um éster cuja descrição sensorial é forte aroma frutal.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)