Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos RNAs longos não-codificantes na resistência a insulina e diabetes do tipo 2

Processo: 20/04149-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:José Rodrigo Pauli
Beneficiário:Vitor Rosetto Muñoz
Supervisor no Exterior: Carl Ronald Kahn
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Local de pesquisa: Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/07568-6 - Efeitos do exercício físico sobre a via de sinalização da proteína Rock e regulação da lipogênese e gliconeogênese no fígado de ratos envelhecidos., BP.DR
Assunto(s):Obesidade   Resistência à insulina

Resumo

A resistência à insulina é o principal fator de risco para o diabetes do tipo 2 (DM2) e síndrome metabólica. Este fenótipo é resultado de uma conexão complexa entre os fatores ambientais e genéticos. Filhos descendentes de pais obesos ou com DM2 apresentam resistência à insulina no músculo esquelético muitos anos antes de apresentarem alterações na tolerância à glicose e na massa corpórea. Nesse sentido, mecanismos envolvendo os fatores genéticos que controlam a sinalização autônoma de uma célula, poderão contribuir para o entendimento da resistência à insulina, do DM2 e do desenvolvimento da obesidade na vida adulta. Através de um perfil transcricional obtido de amostras de indivíduos saudáveis e com DM2, este projeto de pesquisa irá focar em RNAs longos e não-codificantes (lncRNA) que se alteram em resposta a insulina e apresentam um potente papel na patogênese da resistência à insulina e DM2. Dentre os lncRNAs observados, o NORAD e o MALAT1 foram tanto regulados por insulina, assim como atenuados nas células obtidas de indivíduos DM2. Uma vez que recentes estudos estão demonstrando os efeitos metabólicos mediados por lncRNAs, o objetivo deste projeto de pesquisa é caracterizar o papel dos lncRNAs NORAD e MALAT1 no controle de vias metabólicas em diferentes células e tecidos através de experimentos com ganho e perda de função. O perfil transcricional dos lncRNAs será analisado nas seguintes condições: 1) em camundongos C57BL/6J expostos a 16 semanas de uma dieta rica em gordura (fígado, músculo esquelético e adiposo); 2) em camundongos deficientes de leptina (ob/ob) (fígado, músculo esquelético e adiposo); 3) em camundongos no estado jejum e alimentado (fígado, músculo esquelético e adiposo); 4) em células de mioblasto, adipócitos e hepatócitos em resposta a insulina, ácidos graxos e glicose; 5) o knockdown e a superexpressão dos lncRNAs NORAD e MALAT1 e suas consequências em vias metabólicas em diferentes tipos celulares. Estes experimentos irão focar em análises moleculares e funcionais, provendo fortes evidencias científicas sobre o papel dos lncRNAs na regulação do metabolismo nas situações de obesidade, resistência à insulina e DM2. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)