Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de agrotóxicos (coquetel) utilizados nas lavouras de cana-de-açúcar e o efeito destes sobre sistemas biológicos

Processo: 20/05423-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Aldo Eloizo Job
Beneficiário:Rafael Jesus Gonçalves Rubira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Cromatografia   Detecção   Microscopia confocal   Agrotóxicos

Resumo

A demanda por alimento em nível mundial requer sua produção em larga escala. Neste contexto, a aplicação de agrotóxicos, entre outras estratégias para o aumento de produtividade por área plantada, é uma realidade. Porém, a aplicação intensiva de agrotóxicos pode induzir sua retenção nas culturas e no solo e, principalmente por escoamento ou lixiviação, esses podem atingir desde águas superficiais até subterrâneas. Portanto, a determinação de resíduos de agrotóxicos em água, solo e alimentos tem atraído a atenção de diversos pesquisadores para melhor compreender e determinar os impactos ambiental e na saúde. Neste projeto, pretende-se detectar por meio de técnicas cromatográficas os agrotóxicos Clorantraniplole, Isoxaflutol e Imazapique aplicados em lavouras de cana-de-açúcar na região de Presidente Prudente. Além da vertente de detecção, o trabalho visa contribuir no entendimento dos possíveis efeitos destes agrotóxicos sobre sistemas biológicos: i) modelos da estrutura lipídica da membrana celular através de filmes de Langmuir (monocamadas) e por meio de vesículas unilamelares gigantes (GUVs - giant unilamellar vesicles - bicamadas) do fosfolipídio dioleoil-sn-glicero-3-fosfocolin (DOPC); ii) cultivo in vitro de células epiteliais do intestino delgado para testes de viabilidade celular. Em ambas as vertentes, detecção e efeitos sobre sistemas biológicos, os agrotóxicos serão investigados não só de forma individual, mas também em coquetel (mistura) e oriundos de amostras reais de rios da região de Presidente Prudente. Neste contexto, a determinação da concentração dos agrotóxicos em questão nas amostras reais servirá como parâmetro norteador nas demais análises. Este projeto insere-se no Temático Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) em Eletrônica Orgânica (INEO), 2014/50869-6, e será desenvolvido no Laboratório de Pesquisa com Certificação de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, Água e Solos, coordenado pelo Prof. Dr. Aldo Eloizo Job e construído na FCT/UNESP em parceria com os Ministérios Públicos Estadual e Federal.