Busca avançada
Ano de início
Entree

Injúria renal aguda na doença infecciosa por Coronavírus: estudo sobre a incidência, fatores de risco e prognóstico

Processo: 20/11766-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Daniela Ponce
Beneficiário:Luís Eduardo Magalhães
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Nefrologia   Lesão renal aguda   Fatores de risco   Infecções por Coronavirus   SARS-CoV-2   COVID-19   Pandemias   Prognóstico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Coronavirus | cross-talk | infeccao | lesão renal | Respiratória | Nefrologia

Resumo

A doença por coronavírus 2019 (COVID-19) causada pelo SARS-CoV-2 foi declarada pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Como uma das principais complicações do quadro infeccioso, está a injúria renal aguda (IRA), síndrome caracterizada por rápida diminuição da função renal, acúmulo de produtos nitrogenados, distúrbios hidroeletrolíticos e acidobásicos. Apesar de existir ampla literatura sobre associação entre insuficiência respiratória e IRA, ainda existem poucos estudos que elucidam as repercussões renais causadas pelo novo coronavírus. Objetivos: Avaliar a incidência de IRA em pacientes hospitalizados com diagnóstico de COVID-19 e identificar tanto os fatores de risco associados ao seu surgimento, bem como os mecanismos fisiopatológicos, quanto aqueles associados ao seu prognóstico. Métodos: Estudo observacional, longitudinal, retrospectivo e prospectivo que avaliará pacientes hospitalizados acometidos pela COVID-19 no HC/FMB no período de 25 de março de 2020 a 25 de março de 2021. Os pacientes serão acompanhados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ou Enfermarias da admissão hospitalar até o desfecho clínico. Serão coletados dados demográficos, clínicos e laboratoriais que forem realizados durante a internação. O diagnóstico de IRA será baseado nos critérios do KDIGO 2012 por meio da dosagem da creatinina sérica e da verificação de débito urinário. Os resultados serão apresentados utilizando estatística descritiva da população estudada e diferentes testes estatísticos de acordo com os objetivos do estudo. Todos os resultados dos testes de hipótese serão discutidos no nível de 5% de significância (p<0.05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MAGALHAES, LUIS EDUARDO; DE OLIVEIRA, PAULA GABRIELA SOUSA; FAVARIN, ANA JULIA; YUASA, BRUNA KAORI; CARDOSO, PEDRO ANDRIOLO; ZAMONER, WELDER; PONCE, DANIELA. Acute kidney injury in coronavirus infectious disease: a study of incidence, risk factors, and prognosis during the first wave of the disease in Brazil. INTERNATIONAL UROLOGY AND NEPHROLOGY, v. N/A, p. 8-pg., . (20/11766-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.