Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos agentes bioativos, resinosos e fluoretados no tratamento da hipersensibilidade dentinária e sua interação com a dentina hígida e erodida: estudos in vitro e clínico

Processo: 19/21128-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Linda Wang
Beneficiário:Victor Mosquim
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Dentifrícios   Ensaio clínico   Espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier   Permeabilidade da dentina   Sensibilidade da dentina   Dentística operatória

Resumo

No tratamento da hipersensibilidade dentinária, a durabilidade do efeito de alívio tem se mostrado o principal desafio. A busca pela inovação está em estratégias aplicáveis, sendo necessárias as análises de seus mecanismos (físico-químicos) e a translação para o cenário clínico. O objetivo deste trabalho será avaliar, sob diferentes aspectos, a ação de um dessensibilizante resinoso à base de glutaraldeído (Gluma® Desensitizer Power Gel) e de um veículo contendo a tecnologia S-PRG Giomer (S-PRG Barrier Coat®) comparados a tecnologias essencialmente de natureza química: um dentifrício à base de 5% de fosfossilicato de fluoro-cálcio (BioMin F®), um dentífricio contendo fluoreto de amina, cloreto de estanho e quitosana (Elmex Erosion Protection®), um verniz fluoretado com 5% de NaF (2,26% de F, Duraphat®) e um verniz contendo TiF4 a 4% (2,45% de F). Propriedades físico-químicas in vitro e desempenho clínico serão avaliados para se verificar seus mecanismos de ação e a interação com a dentina. Inicialmente, os materiais serão caracterizados quimicamente em espectroscopia de raios X (EDS) e uma alíquota de 3¼L será analisada por espectroscopia infravermelho com transformada de Fourier (FTIR) para análise da interação desses materiais com a dentina humana hígida e artificialmente erodida. A análise do grau de conversão (GC) do SPRG Barrier Coat® também será analisada. Em seguida, discos de 1±0,2mm de espessura de dentina serão analisados antes e após a aplicação desses materiais para avaliar a redução da condutividade hidráulica (Lp) da dentina no dispositivo Flodec. Por fim, os dentifrícios BioMin F® e Elmex Erosion Protection® serão aplicados em um ensaio clínico randomizado controlado em pacientes com HD durante três semanas e comparados a um verniz contendo 5% de NaF (Duraphat®), a outro verniz contendo 4% de TiF4 e entre si durante 1 e 3 meses. Os dados serão analisados quanto à normalidade e homogeneidade (teste de Kolmogorov e Smirnov e teste de Bartlett, respectivamente) e, se aprovados nos testes, serão submetidos aos testes paramétricos apropriados. Caso contrário, serão analisados utilizando testes não-paramétricos, seguidos dos testes post-hoc apropriados. Em todos os casos, o nível de significância adotado será de 5%.