Busca avançada
Ano de início
Entree

Neurogênese adulta durante a lactação e comportamento materno: implicações do hormônio concentrador de melanina (MCH) e melatonina

Processo: 19/17239-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Jackson Cioni Bittencourt
Beneficiário:Lívia Clemente Motta Teixeira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/02224-1 - A existência da neurogênese durante o período da lactação, AP.TEM
Assunto(s):Hipotálamo   Melatonina   Neuroanatomia

Resumo

O período de transição para a maternidade é marcado por drásticas adaptações fisiológicas e comportamentais que visam suprir o aumento da demanda energética e atender as necessidades da prole através da amamentação e do cuidado materno. Essas mudanças são mediadas por uma extensa remodelação dos circuitos neurais. A geração contínua de novos neurônios (neurogênese) emerge como um importante mecanismo de neuroplasticidade que contribui para o cérebro materno. Até o presente momento, não existem estudos que tenham acompanhado como os níveis de neurogênese se alteram ao longo da lactação. Ademais, pouco se sabe sobre a dinâmica da neurogênese hipotalâmica durante a lactação e se ela também tem implicações para o comportamento materno. Hormônios e neuropeptídios ligados ao balanço energético desempenham um importante papel crítico nas adaptações metabólicas induzidas pela lactogênese e expressão do comportamento maternal. O hormônio concentrador de melanina (MCH) é um peptídeo que atua na regulação do balanço energético. Notadamente, durante a lactação, o MCH é sintetizado na área pré-óptica (MPOA), uma região crítica à expressão do comportamento. É possível que esse padrão de expressão do MCH possa estar relacionado a processos neurogênicos. A melatonina, hormônio sintetizado pela glândula pineal durante o período noturno, está envolvida na regulação do controle alimentar, do metabolismo energético e de processos plásticos neurais. Os níveis séricos de melatonina materna são crescentes durante o período gestacional, entretanto, como seus níveis flutuam durante a lactação, período de alta demanda energética, não está elucidado. Alterações na homeostase energética influenciam drasticamente a neurogênese hipocampal e hipotalâmica, tendo em vista que a melatonina e o hormônio concentrador de melanina (MCH) exercem um importante papel sobre o comportamento alimentar e o metabolismo energético é possível que esses fatores possam modular o processo de neurogênese durante a lactação. Nessa proposta, visamos compreender como o processo de neurogênese hipocampal e hipotalâmica flutuam durante o período de lactação e as possíveis correlações com os níveis de melatonina e MCH.