Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da expressão de MMPs/TIMPs no reparo peri-implantar em modelo in vitro

Processo: 20/12836-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Fernanda Gonçalves Basso
Beneficiário:Ana Carolina Chagas
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Implantodontia   Próteses e implantes   Osteoblastos   Colagenases   Metaloproteinases da matriz   Fibroblastos   Titânio   Boca   Técnicas in vitro

Resumo

A incidência de falhas na instalação de implantes osseointegrados da cavidade oral pode estar relacionada ao aumento da expressão de metaloproteinases da matriz. Estas enzimas atuam como colagenases, remodelando o tecido peri-implantar, porém, sua super-expressão pode resultar em degração exacerbada da matriz extracelular, atrasando ou impedindo o processo de reparo. As MMPs são endogenamente controladas por proteínas chamadas de inibidores teciduais de metaloproteinases. Assim, o equilíbrio estre a síntese de MMPs e TIMPs garante a homeostasia tecidual e também o processo de reparo e remodelação dos tecidos. O objetivo deste projeto será determinar o papel da expressão de MMPs e TIMPs por fibroblastos de gengiva e osteoblastos cultivados sobre discos de titânio e submetidos a um desafio inflamatório. Discos de titânio serão individualmente acondicionados em placas de cultura de células, e sobre estes, serão cultivados osteoblastos ou fibroblastos gengivais. Após 24 horas, o estímulo inflamatório será adicionado (TNF-alfa - 100ng/mL) e será mantido em contato com as células por 24 horas adicionais. A seguir, a síntese de MMP-2 e-9, bem como a síntese de TIMP-1 e -2 serão determinadas por meio do imunoensaio ELISA. Os dados serão analisados estatisticamente considerando a características de distribuição, homogeneidade e homocedasticidade dos mesmos.