Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem e teste de atividade antibacteriana de novos efetores do T6SS de Salmonella

Processo: 20/15389-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Ethel Bayer Santos
Beneficiário:Gustavo Chagas Santos
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/02178-2 - Função de sistemas de secreção do tipo VI de bactérias patogênicas na interação com células eucarióticas, AP.JP
Assunto(s):Biologia computacional   Clonagem   Antibacterianos   Bactérias gram-negativas   Resistência microbiana a medicamentos   Sistemas de secreção bacterianos   Salmonella
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Competição bacteriana | Efetores | Salmonella | Toxinas | T6Ss | Sistemas de secreção bacterianos

Resumo

Bactérias fazem uso de uma gama de proteínas tóxicas para obter vantagens competitivas sobre outras espécies nas imediações. As bactérias possuem sistemas de secreção de proteínas especializados em secretar essas toxinas no meio extracelular ou dentro de células alvo. O sistema de secreção do tipo VI (T6SS) possui estrutura homóloga a cauda contrátil de bacteriófagos, e esta ancorado na membrana interna de Gram-negativas. O T6SS pode ser empregado para injetar proteínas tóxicas (efetores) dentro de procariotos ou eucariotos. Bactérias do gênero Salmonella utilizam o T6SS para competição com espécies da microbiota e colonização do hospedeiro. Análises bioinformáticas em 10k genomas de Salmonella (10KSG consortium) realizadas por nosso grupo permitiram detectar um grande número de prováveis efetores do T6SS. O objetivo deste projeto é clonar alguns dos candidatos mais promissores e testar sua atividade antibacteriana. A identificação e caracterização de novos efetores de Salmonella tem implicações econômicas e clínicas dada a diversidade de vertebrados susceptíveis a essas bactérias. Devido a vasta distribuição de T6SS em Gram-negativas (25%), o conhecimento gerado com esse projeto poderá ser aplicado a outras espécies. Além disso, a caracterização de novos antibacterianos tem potencial para o desenvolvimento de novos alvos terapêuticos para combater a resistência a antibióticos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HESPANHOL, JULIA TAKUNO; SANCHEZ-LIMACHE, DANIEL ENRIQUE; NICASTRO, GIANLUCCA GONCALVES; MEAD, LIAM; LLONTOP, EDGAR ENRIQUE; CHAGAS-SANTOS, GUSTAVO; FARAH, CHUCK SHAKER; DE SOUZA, ROBSON FRANCISCO; GALHARDO, RODRIGO DA SILVA; LOVERING, ANDREW L.; et al. Antibacterial T6SS effectors with a VRR-Nuc domain are structure-specific nucleases. eLIFE, v. 11, p. 26-pg., . (17/17303-7, 19/12234-2, 21/03400-6, 16/09047-8, 20/15389-4, 18/25316-4, 18/04553-8, 17/02178-2, 19/22715-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.