Busca avançada
Ano de início
Entree

A vertigem dos peões: estudo de caso sobre a mobilidade do trabalho e do habitat dos trabalhadores da construção de edifícios no bairro Vila Olímpia - SP

Processo: 20/07823-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Amelia Luisa Damiani
Beneficiário:Artur Boligian Neto
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Geografia urbana   Mobilidade no trabalho   Produção do espaço   Edifícios   Construção

Resumo

Este projeto de pesquisa visa investigar a relação entre a mobilidade do trabalho (GAUDEMAR, 1977) e do habitat (DAMIANI, 2017; 2009) de uma fração do operariado presente no processo de verticalização urbana no bairro Vila Olímpia, localizado na região sudoeste da cidade de São Paulo. A verticalização é uma especificidade da urbanização e característica das metrópoles como São Paulo. Esse fenômeno é um campo de investigações de diferentes temáticas e perspectivas na área da ciência geográfica. Entretanto, as pesquisas sobre uso da força de trabalho na produção do meio construído verticalizado é uma temática no campo de investigações sobre a verticalização urbana que possui uma escassa bibliografia. Os trabalhadores da construção geralmente são definidos por uma alta rotatividade do trabalho, subcontratados enquanto temporários, provenientes de regiões pobres do país ou do estrangeiro, que se encontram em condições precárias de reprodução. Para atingir o objetivo da pesquisa - analisar como essa fração do operariado do sub-setor de edificações se insere na produção do espaço verticalizado do bairro - será necessário identificar e examinar as formas de arregimentação, assim como localizar e mapear os espaços de trabalho e habitação, e descobrir quem são esses "produtores do espaço" (LEFEBVRE, 2015) que ajudam a criar uma das identidades de São Paulo, sua paisagem verticalizada. Nesse caso, metodologicamente serão necessários trabalhos de campo no bairro da Vila Olímpia, onde se encontram canteiros de obras e alojamentos. Serão realizadas entrevistas não-diretivas e também será feito o levantamento de aspectos quantitativos com base no Programa de Disseminação de Estatística do Trabalho (PDET) e do Relatório de Informações Anuais (RAIS). (AU)