Busca avançada
Ano de início
Entree

Doença inflamatória intestinal de início precoce: características clínico-imunológicas

Processo: 20/11600-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Anete Sevciovic Grumach
Beneficiário:Tatiana Rodrigues de Figueiredo
Instituição-sede: Centro Universitário Saúde ABC. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Imunologia clínica   Doenças inflamatórias intestinais   Colite ulcerativa   Proctocolite   Perfil imunológico de risco   Avaliação clínica

Resumo

As Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) incluem a Doença de Crohn (DC) e a Retocolite Ulcerativa (RCUI) e quadros indefinidos, chamados de Colite Indetermindada. Patologia multifatorial que inclui fatores genéticos, imunológicos, psicogênicos e sofre influência da microbiota intestinal. A DII é crônica, de evolução incerta, sendo considerada incurável no caso da DC e de controle dos sintomas intestinais no caso da RCUI, porém não para suas manifestações extra intestinais. A etiologia não está bem esclarecida, mas a fisiopatologia sim. A identificação de pacientes com DII tem aumentado e a doença tem sido classificada como doença autoimune. A DC costuma cursar com menores sangramentos, manifestando-se por diarreia, dor abdominal, déficit de crescimento e acometimento perianal, que pode levar a fístulas e até abscessos. A RCUI cursa com grandes sangramentos, diarreia e sempre envolve o reto. A DII que se manifesta de maneira precoce ocorre em crianças menores de seis anos e é acompanhada de manifestações mais graves que na forma adulta, está mais associada a histórico familiar positivo e mais associado a defeitos monogênicos. Objetivos: Avaliar características clínico-imunológicas de pacientes com DII de início precoce, descrever as características anatomopatológicas dos pacientes, avaliar as manifestações clínicas, e o perfil imunológico. Métodos: avaliação pacientes do Ambulatório de Gastroenterologia Pediátrica e/ou Imunologia Clínica com diagnóstico confirmado de DII de início precoce. Estudo anatomopatológico do trato intestinal para diagnóstico e orientação terapêutica, como parte da rotina no ambulatório de Gastroenterologia. As características clínicas serão avaliadas por prontuário/avaliação clínica. O heredograma será obtido de todos os pacientes incluídos. Pesquisa e avaliação com exames laboratoriais da parte gastrointestinal e imunológica dos pacientes.