Busca avançada
Ano de início
Entree

Produtividade, qualidade de fibra e distribuição da produção do algodoeiro em função do sombreamento e cloreto de mepiquat

Processo: 20/14494-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Fábio Rafael Echer
Beneficiário:Ana Flávia de Souza Rorato
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia   Produtividade   Algodoeiro   Cloreto de mepiquat   Análise de variância   Teste de Tukey

Resumo

O desenvolvimento da estrutura reprodutiva do algodoeiro está diretamente associado a intensidade da luz recebida, o que pode variar por conta do sombreamento causado pela nebulosidade ou elevado índice de área foliar e isso pode ser modulado com uso de cloreto de mepiquate. O objetivo do estudoserá avaliar a produtividade, qualidade de fibra e mapeamento da produção do algodoeiro em função do sombreamento das plantas e aplicação do cloreto de mepiquate. O experimento será conduzido na fazenda experimental da UNOESTE, em Presidente Bernardes - SP em um solo de textura arenosa. O delineamento experimental será em blocos ao acaso, com cinco repetições. Os tratamentos serão: 1) com sombra sem regulador; 2) com sombra e regulador aos -4, 0, 4 e 8 dias após o início do florescimento; 3) com sombra e regulador 0 e 8 dias após o florescimento; 4) com sombra e regulador 8 dias após o florescimento; 5) sem sombra e sem regulador e 6) sem sombra e com regulador nas doses normais para controle de altura. Será instalada sombra artificial (50% de redução da luminosidade) na fase F1 do algodoeiro, permanecendo por 8 dias. O cloreto de mepiquate será utilizado como regulador de crescimento. Será mensurado o índice de área foliar (IAF) antes, final e 10 dias após o final da sombra. Após a retirada do sombreamento serão coletados frutos e folhas do terço inferior, médio e superior da planta para avaliação do teor de carboidratos. Por ocasião da colheita será realizado o mapeamento de planta, número de capulhos, peso médio de capulhos, produtividade de fibra e qualidade, bem como o índice de colheita. Os dados serão submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey ao nível mínimo de 5% de probabilidade (p<0,05).