Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas de ecossistemas tropicais à interação seca-fogo: mortalidade de árvores, funcionamento de ecossistemas e sucesso de restauração

Processo: 20/06085-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Rafael Silva Oliveira
Beneficiário:Leandro Maracahipes dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/07773-1 - Restaurando ecossistemas neotropicais secos - seria a composição funcional das plantas a chave para o sucesso?, AP.TEM
Assunto(s):Amazônia   Mortalidade   Mudança climática   Ecofisiologia

Resumo

Mudanças climáticas poderão acelerar a intensidade e a frequência de distúrbios naturais e antropogênicos em ecossistemas neotropicais, promovendo eventos de mortalidade de árvores em florestas, interferindo na competição de recursos por plantas e alterando processos ecológicos e o funcionamento dos ecossistemas. A identificação de espécies arbóreas com características que conferem maior resiliência aos novos regimes de distúrbios e envelopes climáticos é fundamental para direcionar o sucesso de esforços de restauração no futuro. O estudo proposto visa responder três questões fundamentais que têm limitado o nosso entendimento sobre a vulnerabilidade de ecossistemas florestais (floresta tropicais úmidas, florestas de transição entre Amazônia e Cerrado e savanas) às mudanças climáticas e distúrbios naturais e antropogênicos: (1) Como a variabilidade na altura, na espessura de cascas, e arquitetura de copas de árvores em ecossistemas tropicais influenciam a mortalidade de árvores pelo fogo e pela seca? (2) Qual a capacidade de comunidades impactadas pela seca e pelo fogo recuperarem a sua estrutura, diversidade de espécies e funcionamento do ecossistema? e (3) É possível aumentar a resiliência florestas e savanas à seca e fogo? Nós iremos uma série de estudos em campo para responder estas questões. Ao examinar essas questões, o projeto proposto melhorará substancialmente a nossa habilidade de: (a) determinar a vulnerabilidade e prever a mortalidade de árvores pela seca e pelo fogo em ecossistemas tropicais - processos que são ausentes ou grosseiramente representados em modelos de superfície; (b) quantificar a capacidade de ecossistemas tropicais altamente degradados em recuperar a sua estrutura, diversidade e funcionamento após eventos de degradação; e (c) utilizar o espaço funcional das comunidades e a margem de segurança hídrica das espécies como ferramentas para desenvolver programas de restauração ecológica mais efetivos em ecossistemas florestais e savânicos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)