Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma proposta de ferramenta para avaliação da compreensão em língua brasileira de sinais (LIBRAS) por alunos surdos

Processo: 20/12045-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Planejamento e Avaliação Educacional
Pesquisador responsável:Cristina Broglia Feitosa de Lacerda
Beneficiário:Joice Raquel Batista Lemes
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Educação especial   Língua Brasileira de Sinais   Compreensão verbal   Avaliação   Práticas pedagógicas

Resumo

Com base em uma pesquisa anteriormente realizada em parceria entre a Universidade de Barcelona, Espanha e Universidade Federal de São Carlos, Brasil, a qual consistiu na elaboração de uma proposta de ferramenta de avaliação da compreensão em língua de sinais catalã por alunos surdos, foi elaborada também no Brasil uma ferramenta semelhante, a "Ferramenta de avaliação da compreensão em Libras" (FACLibras) que tem o propósito de avaliar a compreensão de alunos surdos em língua brasileira de sinais- Libras, usando uma fábula e um elenco de 15 perguntas ambas narradas em Libras. A partir de uma aplicação piloto realizada foi possível constatar um grande potencial da FACLibras para contribuir com o processo de ensino-aprendizagem da Libras por alunos surdos, bem como nortear professores de surdos no desenvolvimento de práticas pedagógicas que levem em consideração o nível de compreensão dessa língua, que se encontram seus alunos. No entanto, é necessário dar continuidade a elaboração desta proposta de avaliação, visto que esta ainda precisa de ajustes e aperfeiçoamento. Logo, o objetivo deste estudo consiste em adequar e reparar problemas relativos à forma e conteúdo da ferramenta, buscando seu aprimoramento. Pretende-se ainda, ao final do estudo, a aplicação da ferramenta junto a alunos surdos visando verificar o desempenho da mesma. A relevância desta pesquisa consiste no fato de que o trabalho escolar com alunos surdos, apesar de ser intitulado bilíngue, em geral, enfatiza as atividades com a língua portuguesa, relegando o trabalho com a língua de sinais a um segundo plano. Nesse sentido, disponibilizar formas de acompanhamento e avaliação do uso e da competência compreensiva desta língua por parte dos alunos surdos, pode favorecer uma educação de melhor qualidade para esse público. (AU)