Busca avançada
Ano de início
Entree

Suplementação dietética de aminoácidos no metabolismo e desempenho de suínos em crescimento alojados sob diferentes condições sanitárias

Processo: 19/20150-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Luciano Hauschild
Beneficiário:Graziela Alves da Cunha Valini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/15559-7 - Nutrição de precisão para suínos em desafio sanitário em regiões de clima quente, AP.JP2
Assunto(s):Suplementos nutricionais   Aminoácidos   Metabolismo   Suínos   Perfis sanitários   Bem-estar do animal   Salmonella typhimurium   Absorciometria de fóton   Sequenciamento de nucleotídeos em larga escala

Resumo

O objetivo do projeto é avaliar o efeito da suplementação dietética de aminoácidos (AA) no metabolismo e desempenho de suínos em crescimento sob boas e más condições sanitárias de alojamento. Serão utilizados 120 suínos machos castrados, durante período experimental de 49 dias, em esquema fatorial 2 x 2 x 2: duas condições sanitárias de alojamento - com ou sem aplicação oral de Salmonella typhimurium (única aplicação, 108 UFC); duas dietas - controle (CON) e dieta enriquecida (ENR) com AA essenciais para resposta imune (metionina, treonina e triptofano - aumento de 20% na relação de cada AA:lisina) e dois momentos de suplementação - antes do desafio (suplementação preventiva) ou durante o desafio (suplementação curativa) por ST. Um sistema automatizado de alimentação será utilizado (automated intelligent precision feeder) que permite monitorar individualmente o consumo de ração e o comportamento alimentar dos animais (ocupação no alimentador, tempo de alimentação por refeição e consumo de ração por refeição) como também fornecer dietas experimentais para cada animal. Pesagens semanais serão adotadas para avaliar o desempenho (peso vivo, ganho diário de peso e conversão alimentar). A composição corporal (deposição de massa magra, lipídica e óssea) e a caracterização da microbiota fecal serão realizadas através dos métodos de absorciometria (DXA) e de sequenciamento de nova geração, respectivamente. Além disso, parâmetros metabólicos (níveis circulantes de creatinina, ureia e aminoácidos totais) e imunológicos (haptoglobina, contagem de linfócitos, imunoglobulinas, diamina oxidase e D-lactato) também serão avaliados. A realização do projeto permitirá o desenvolvimento de estratégias nutricionais para atenuar os efeitos negativos dos desafios sanitário no metabolismo, desempenho e bem-estar de suínos em crescimento. (AU)