Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas fisiológicas e bioquímicas envolvidas no metabolismo de nitrogênio e açúcares em variedades de cana-de-açúcar fertilizadas com selênio

Processo: 20/06461-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:André Rodrigues dos Reis
Beneficiário:Maycon Anderson de Araujo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Engenharia. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Tupã. Tupã , SP, Brasil
Assunto(s):Fitotecnia   Invertase   Saccharum   Selênio

Resumo

O selênio (Se) é essencial para humanos e animais e considerado elemento benéfico para as plantas quando aplicado em baixas concentrações. Ha evidências conclusivas sobre a deficiência de Se nos solos do Brasil e consequentemente nos produtos agrícolas e humanos. Pouco se sabe sobre o efeito do Se no metabolismo de nitrogênio (N) e açúcares. Trabalhos recentes tem demonstrado haver estreita relação entre o metabolismo de N x Se por fazerem parte de sítios ativos de aminoácidos e proteínas. O presente trabalho tem a hipótese de que o Se pode aumentar a eficiência do uso do N na cana-de-açúcar pela ativação da enzima redutase do nitrato, aumento de clorofila, fotossíntese e por fim maior deposito de sacarose em diferentes órgãos da planta. O objetivo desse trabalho e avaliar doses de Se no metabolismo do N e açúcares pela determinação de enzimas chaves como redutase do nitrato, invertase e sacarose sintase. Para avaliar de acumulo de sacarose em diferentes órgãos da planta será quantificado compostos primários bem como a confirmação do depósito de açúcares por meio de cortes histológicos para revelação de amido. Espera-se que o Se aumente a concentração de sacarose em variedades de cana-de-açúcar pela ativação do metabolismo primário, o que pode representar maior quantidade de sacarose por hectare. Ainda não existe recomendação de aplicação de Se para a cana-de-açúcar em condições brasileiras. Esse estudo e de fundamental importância para estabelecer doses de Se baseadas na fisiologia da planta para possíveis futuras recomendações de Se em condições de campo para a cana de-açúcar. (AU)