Busca avançada
Ano de início
Entree

Representações sobre a escrita e seu ensino em livros didáticos de Português no ensino médio nos séculos XX e XXI

Processo: 20/03933-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Pesquisador responsável:Manoel Luiz Gonçalves Corrêa
Beneficiário:Cristian Henrique Imbruniz
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Escrita (linguística)   Ensino médio   Livro didático   Ensino de língua portuguesa   Século XX   Século XXI

Resumo

Assumimos como tema investigação do preenchimento do caráter lacunar do 2º ciclo secundário, atual Ensino Médio (EM), especificamente, quanto a representações sobre o ensino de escrita (e sobre escrita) e a aspectos conceituais do ensino de português, como linguagem, língua e escrita, conforme apresentados em Livros Didáticos (LDs) de português para o EM, publicados por duas editoras hegemônicas em seus períodos de atuação. Essa temática se justifica, primeiro, porque o EM está em constante disputa e, segundo, porque a pesquisa sobre como a escrita e seu ensino são representados nos LDs do EM é pouco desenvolvida. O corpus é constituído de LDs publicados pela Companhia Editora Nacional (1932-1980) e pela Abril/Somos Educação (2004-2018). Selecionamos 10 títulos de cada empresa editorial, perfazendo 18 volumes do 1º e 2º anos do EM. O arcabouço teórico articula uma perspectiva aplicada de base discursiva (Análise do discurso francesa) com contribuições da História e das Ciências Sociais. A metodologia consiste em apreender, para cada editora, regularidades quanto a representações e aspectos conceituais, as quais serão base para o trabalho histórico-comparativo. Para tanto, assumimos que os meios linguístico e gráfico-material só ganham forma discursiva ao serem conjugados a efeitos de preenchimento produzidos por intervenções editoriais. A hipótese é que, na ação de inscrever essas intervenções no LD, as editoras, entre interesses próprios e adaptações a conjunções históricas, comprometem-se com expectativas para o EM. O objetivo geral é traduzir essas expectativas em termos de projetos para o EM. Como contribuição esperada, pretendemos lançar luz sobre projetos afiançados pelo mercado do LD de Português do EM, buscando respostas, na História do País, sobre o papel de representações de escrita e de seu ensino quando vistas da perspectiva da planificação social. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)