Busca avançada
Ano de início
Entree

Representações sobre a escrita e seu ensino em livros didáticos de Português no ensino médio nos séculos XX e XXI

Processo: 20/03933-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Pesquisador responsável:Manoel Luiz Gonçalves Corrêa
Beneficiário:Cristian Henrique Imbruniz
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):22/13328-3 - Escrita, discurso e ação em livros didáticos de português, BE.EP.DR
Assunto(s):Escrita (linguística)   Ensino médio   Livro didático   Ensino de língua portuguesa   Século XX   Século XXI
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Abril | Companhia Editora Nacional | Ensino Médio | Escrita | livro didático | Somos Educação | Ensino de escrita

Resumo

Assumimos como tema investigação do preenchimento do caráter lacunar do 2º ciclo secundário, atual Ensino Médio (EM), especificamente, quanto a representações sobre o ensino de escrita (e sobre escrita) e a aspectos conceituais do ensino de português, como linguagem, língua e escrita, conforme apresentados em Livros Didáticos (LDs) de português para o EM, publicados por duas editoras hegemônicas em seus períodos de atuação. Essa temática se justifica, primeiro, porque o EM está em constante disputa e, segundo, porque a pesquisa sobre como a escrita e seu ensino são representados nos LDs do EM é pouco desenvolvida. O corpus é constituído de LDs publicados pela Companhia Editora Nacional (1932-1980) e pela Abril/Somos Educação (2004-2018). Selecionamos 10 títulos de cada empresa editorial, perfazendo 18 volumes do 1º e 2º anos do EM. O arcabouço teórico articula uma perspectiva aplicada de base discursiva (Análise do discurso francesa) com contribuições da História e das Ciências Sociais. A metodologia consiste em apreender, para cada editora, regularidades quanto a representações e aspectos conceituais, as quais serão base para o trabalho histórico-comparativo. Para tanto, assumimos que os meios linguístico e gráfico-material só ganham forma discursiva ao serem conjugados a efeitos de preenchimento produzidos por intervenções editoriais. A hipótese é que, na ação de inscrever essas intervenções no LD, as editoras, entre interesses próprios e adaptações a conjunções históricas, comprometem-se com expectativas para o EM. O objetivo geral é traduzir essas expectativas em termos de projetos para o EM. Como contribuição esperada, pretendemos lançar luz sobre projetos afiançados pelo mercado do LD de Português do EM, buscando respostas, na História do País, sobre o papel de representações de escrita e de seu ensino quando vistas da perspectiva da planificação social. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)