Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise custo-utilidade, segundo atuação do profissional de Educação Física, em diferentes modelos de atenção primária à saúde de Presidente Prudente-SP

Processo: 20/07700-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Jamile Sanches Codogno
Beneficiário:Dayane Cristina Queiroz Correia
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Atenção primária à saúde   Atividade física   Educação física   Qualidade de vida   Doença crônica   Análise custo-benefício   Anos de vida ajustados por qualidade de vida   Presidente Prudente (SP)

Resumo

Os efeitos positivos da prática de atividade física na qualidade de vida, na prevenção/tratamento de doenças crônicas, da mesma forma, sua influência em gastos com saúde, são bem elucidados, na literatura brasileira. Entretanto, estudos que avaliam custo-utilidade através de medidas de qualidade de vida e recursos gastos com saúde, ainda são escassos na literatura brasileira. Dessa forma, o objetivo do estudo será analisar o custo-utilidade em diferentes modelos de atenção à saúde do município de Presidente Prudente/SP, considerando a atuação do profissional de Educação Física. A amostra será composta por pacientes, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 40 anos. Os pacientes serão avaliados quanto: i) qualidade de vida; ii) QALY; iii) custos com saúde; iv) nível de atividade física; v) presença de doenças e uso de medicamentos; vi) pressão arterial; vii) índice de massa corporal; viii) condição econômica e ix) internações e cirurgias. Para análise estatística, serão usados valores de média, desvio padrão, mediana, diferença entre quartil e valores percentuais para estatística descritiva, Teste T para amostras independentes, correlação de Pearson para variáveis numéricas e o teste de qui-quadrado para variáveis categóricas. Para análise do custo-utilidade, será utilizado valores de QALY e o custo dos modelos de atenção à saúde estudadas. A significância estatística (p-valor) será pré-fixada em valores inferiores a 5%. O software utilizado será o BioEstat (versão 5.0). (AU)