Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de filmes de alginato incorporados com nanofibrilas de celulose e curcumina para inativação fotodinâmica de microrganismos

Processo: 20/12882-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Clovis Wesley Oliveira de Souza
Beneficiário:Ivana Gabrielle de Lucena
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07276-1 - CEPOF - Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica, AP.CEPID
Assunto(s):Biotecnologia   Fármacos fotossensibilizantes   Inativação fotodinâmica   Filmes   Alginatos   Escherichia   Staphylococcus aureus   Estudo comparativo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:curcumina | filmes | Inativação Fotodinâmica | microbiologia aplicada a biotecnologia

Resumo

As estratégias existentes para a contenção de contaminação produzidas por microrganismos são adotadas com o intuito de garantir a segurança microbiológica em diversas áreas, como na preservação de alimentos e aplicações diversas na área médica. A inativação fotodinâmica é um método que é adotado quando não se deseja fazer uso de métodos de descontaminação térmicos ou químicos, objetivando não causar interferências significativas no local a ser descontaminado. Para a inativação fotodinâmica ser bem-sucedida, faz-se uso de um fotossensibilizador, sendo que este, quando estimulado por luz, apresenta influência sobre os microrganismos, isso dependendo do comprimento de onda, bem como a luz utilizada. Cada vez mais tem se produzido filmes biodegradáveis incorporados com fotossensibilizadores para possíveis aplicações, e neste presente projeto o objetivo é produzir um filme utilizando o copolímero binário alginato com nanofibrila de celulose incorporado com curcumina, de forma que o filme apresente uma atividade fotodinâmica. A nanofibrila de celulose (NFC) é uma fibra de celulose que possui propriedades singulares de reforço, melhorando as propriedades mecânicas do filme a ser produzido. Além disso, tem-se como objetivos: avaliar a melhor faixa de concentração de NFC para obter filmes com maior resistência, comparar nanosuspensões e nanoemulsões como veículos para a dispersão de curcumina em filmes de alginato e realizar testes de controle microbiológico com o filme produzido fazendo uso dos microrganismos Escherichia colie Staphylococcus aureus.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)