Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos dos exercícios aeróbio e anaeróbio sobre a modulação do estado RedOx no músculo esquelético em modelo animal de Síndrome Metabólica

Processo: 20/06108-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Camila Renata Corrêa
Beneficiário:Bruno Henrique de Paula
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Síndrome metabólica   Obesidade   Exercício físico   Músculo esquelético   Pressão sanguínea   Modelos animais   Ratos Wistar

Resumo

A síndrome metabólica (SM) é caraterizada por uma constelação de fatores de risco cardiovascular, como hipertensão arterial sistêmica, resistência à insulina, obesidade central, hiperlipidemia e baixos níveis de HDL-colesterol. O aumento drástico de indivíduos com SM tem sido reconhecido como problema de saúde pública no mundo nos dias de hoje. Os exercícios físicos têm sido usados como terapia não farmacológica para o tratamento e prevenção da SM devido a sua capacidade antioxidante. Objetivo: Comparar os efeitos dos exercícios Aeróbio e Anaeróbio sobre a expressão proteica do NRF-2 modulando o estado RedOx no musculo esquelético em modelo animal de síndrome metabólica. Métodos: Serão utilizados ratos Wistar (n=60) com aproximadamente 180 gramas, que serão distribuídos aleatoriamente em dois grupos (n=30) para receberem ração controle + água (dieta controle [DC]) ou ração rica em carboidratos simples e gordura + água de beber acrescida de 25% de sacarose (High Sugar-Fat Diet [HSF]), compondo os grupos controle (C) e HSF. Os animais receberão as dietas durante todo o período experimental, sendo que na 20a semana serão submetidos à análise dos componentes da síndrome metabólica. Confirmada a síndrome, pela avaliação da pressão arterial sistólica caudal, glicemia, triacilglicerol e resistência à insulina que será calculada pelo índice HOMA-IR. Os animais serão redistribuídos em seis grupos experimentais (n=10), sendo: controle (C), controle + exercício físico aeróbico (C+EFA), controle + exercício físico resistido (C+EFR), síndrome metabólica (SM), SM + exercício físico aeróbico (SM+EFA) e SM + exercício físico resistido (SM+EFR). O período experimental terá duração total de 30 semanas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)