Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação entre placa reta bloqueada e placa dedicada (PDI) para fraturas ilíacas em cães em simulação de elementos finitos

Processo: 20/14373-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Bruno Watanabe Minto
Beneficiário:Bianca Caroline Pires de Queiroz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Ortopedia   Próteses e implantes   Fraturas   Ílio   Pelve   Método dos elementos finitos

Resumo

Fraturas pélvicas são recorrentes em pequenos animais, em especial as que atingem o corpo ilíaco, decorrendo de traumas de alta energia. Assim, uma grande variedade de técnicas e opções de placas são descritos para tratar essas fraturas, porém nenhuma delas desenvolvida especificamente para este cenário clínico. Afim de suprir essa carência, foi desenvolvida a placa dedicada ao ílio (PDI). O objetivo do presente estudo é, então, comparar por meio de elementos finitos o comportamento sob carga entre a fixação com placa reta bloqueada - modelo mais utilizado atualmente no tratamento de fraturas do corpo ilíaco - e da placa dedicada ao ílio. Utilizando a tomografia de um cão, sem raça definida, de médio porte, foi realizada a reconstrução tridimensional (3D) digital da pelve no programa Rhinoceros 6.0 e importada para o software SimLab 2018 para produzir modelo de trabalho em elementos finitos com elementos tridimensionais tetraédricos. A dimensão real de uma placa reta bloqueada (3.5 mm) com seis orifícios foi utilizada para construção de um implante. O modelo dedicado ao ílio (PDI) possui nove orifícios na porção cranial e três caudais, condizentes com uma placa do sistema 3.5 mm. Ambos modelos de placa foram desenhados em programa CAD e aplicadas na pelve pelo programa Rhinoceros. As propriedades dos materiais foram aplicadas pelo SimLab. Carga de 300N será aplicada na área de contato da articulação coxofemoral de modo a simular o comportamento real da articulação. A solução do modelo será feita no programa OptiStruct 2017. Os resultados serão obtidos por meio de programa HyperView 2017 em que os achados serão vistos em escala de cores, em que cada tonalidade, corresponderá ao acúmulo de tensão nas estruturas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)