Busca avançada
Ano de início
Entree

Práticas estratégicas para mitigação das emissões de gases de efeito estufa em sistemas de pastagem do sudeste brasileiro.

Processo: 20/15484-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Mazza Rodrigues
Beneficiário:Stela Soares Zamboin
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/20084-5 - Práticas estratégicas para mitigação das emissões de gases de efeito estufa em sistemas de pastagem do Sudeste brasileiro, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Carbono   Gases do efeito estufa   Metano

Resumo

O objetivo deste experimento é investigar os efeitos do consorcio entre gramíneas e leguminosas na planta (produção e componentes), animal (desempenho, qualidade do produto e ecossistema ruminal), ambientais (fluxo de emissão de GEE, acúmulo de carbono, vulnerabilidade e ciclo de vida) e componentes do sistema de produção animal. A hipótese é que o consórcio de gramíneas e leguminosas pode melhorar as condições ambientais e de desempenho dos animais diminuindo beneficamente as emissões de GEE, quando expressas por unidade animal, e também aumentam a fixação de nitrogênio no solo. O período experimental será de dois anos consecutivos. O período de colheita de dados será definido de acordo com as estações do ano no hemisfério sul. Serão utilizadas 24 novilhas Jersey (12 por ano). Para cada tratamento serão utilizados quatro animais (2 para a coleta de dados de fermentação ruminal e 2 para a mensuração da produção de metano), e os outros animais para ajustar a taxa de lotação. Os animais experimentais serão distribuídos aleatoriamente em seis unidades de pastejo compostas por 0,5 ha cada (duas unidades por tratamento). Cada tratamento será distribuído para cada unidade de pastoreio em um desenho de blocos casualizados (blocos serão formados como uma função da localização do terreno). Os tratamentos serão compostos por sistemas de pastejo com três fontes diferentes de suplementação proteica: 1) G: Pastagem exclusiva de gramínea (Brachiaria brizantha cv. Marandu) sem suplementação; 2) G + P: pastagem de gramínea (Brachiaria brizantha cv. Marandu) mais suplementação proteica e 3) G + L: pastagem mista de gramínea (Brachiaria brizantha cv. Marandu) e leguminosa (Macrotyloma axillare). As análises laboratoriais serão realizadas no Laboratório de Nutrição de Ruminantes da FMVZ - USP/Pirassununga: I) As variáveis relacionadas com o metabolismo ruminal e metagênomica: A produção de metabólitos de fermentação (ácidos graxos de cadeia curta, metano e NH3-N) será avaliada através da técnica de fermentação ruminal ex situ (Anexo em outros documentos). Dinâmica Ruminal: taxa de desaparecimento, digestão e passagem de digesta. A caracterização microbiana do ecossistema ruminal será feita por contagem bacteriológica e protozoária bacteriana. Identificação de protozoários (gênero Isotricha, Dasytricha, Entodinium e subfamília Diplodiniinae) será realizada utilizando uma câmara de contagem de Neubauer e microscopia óptica. E a determinação da diversidade filogenética da Eubacteria e Archaeas metanogênicas pela técnica de PCR. II) Caracterização química de componentes da pastagem: As amostras obtidas por simulação de pastejo serão secas a 65 °C por 72 horas e depois moídas em moinho tipo Willey com peneira de 1 mm. Esta amostra será utilizada para determinar a MS, cinzas, proteína bruta (PB), por determinação de N total usando a técnica micro-Kjeldahl, extrato etéreo (EE), com rápida determinação de óleo utilizando extração com solvente a alta temperatura, lignina, fibra em detergente ácido (FDA) e neutro (FDN) (com ±-amilase estável ao calor), assim como a digestibilidade in vitro da MS. As amostras de leguminosas folhas também serão usadas para determinar o total de compostos fenólicos e taninos. II) Determinação do metano ruminal e fluxos de gases do efeito estufa no solo

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)