Busca avançada
Ano de início
Entree

Coberturas vegetais em sistemas de longo prazo: recuperação do 15N-fertilizante e qualidade da matéria orgânica do solo afetados pela consorciação de culturas

Processo: 20/05997-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Carlos Alexandre Costa Crusciol
Beneficiário:José Roberto Portugal
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de produção   Plantas de cobertura   Soja   Milho   Glycine max   Zea mays   Matéria orgânica do solo   Nitrogênio 15   Rotação de culturas

Resumo

A presente pesquisa é a continuação de um experimento de longa duração, com diferentes sistemas de produção, instalado em 2006/07, na Fazenda Experimental Lageado, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP, em Botucatu - SP. Esse experimento é um dos mais longos do Estado de São Paulo, cadastrado na Rede Global de Experimentos Agrícolas de Longo Prazo, organizado por Rothamsted Research. Desde seu início, nunca foi avaliado a recuperação do nitrogênio (N) fornecido via fertilizante no sistema solo-planta. Dada a importância do N para a nutrição de plantas, a hipótese é de que em sistemas de produção com maior diversidade de plantas, por meio de coberturas vegetais inseridas na consorciação, ocorra maior recuperação do N-fertilizante e menor extração do N da Matéria Orgânica do Solo (MOS). Dessa forma, para o avanço da linha do conhecimento nessa área experimental, objetiva-se avaliar diferentes sistemas de produção com plantas consorciadas, sobre os atributos químicos e físicos do solo, qualidade da MOS, crescimento radicular, nutrição e produtividade do milho e da soja em sucessão, bem como a recuperação do N-fertilizante no solo até 1,0 m de profundidade, nas frações lábeis e estáveis da MOS e nas plantas. Os tratamentos são constituídos por quatro sistemas de produção (Sistema I - Safra-Safrinha + Pousio; Sistema II - Safra-Safrinha + Forrageira; Sistema III - Safra-Safrinha + Adubo Verde; IV - Safra-Safrinha + Forrageira + Adubo Verde). Na safra todos os tratamentos serão constituídos por soja e na safrinha pelo milho (I - solteiro; II - consorciado com Urochloa ruziziensis; III - consorciado com Crotalaria spectabilis; IV - consorciado com U. ruziziensis + C. spectabilis). Para a adubação nitrogenada, utilizará como fonte o sulfato de amônio enriquecido (15NH4)2SO4 tendo abundância isotópica de 7% de 15N. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)