Busca avançada
Ano de início
Entree

Análises citogenômicas em Ancistrus (Siluriformes: Loricariidae): busca por sequências repetitivas e mapeamento cromossômico

Processo: 20/14370-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Patricia Pasquali Parise Maltempi
Beneficiário:Gabriel Esbrisse dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Citogenética   DNA satélite   Cromossomos   Vertebrados   Ancistrus   Análise de sequência de DNA   Mapeamento cromossômico

Resumo

Os genomas dos eucariotos são caracterizados por conter grande quantidade de sequências repetitivas altamente dinâmicas, seja no nível cromossômico ou nucleotídico, com vários mecanismos contribuindo para sua duplicação e expansão, modulando o curso da evolução cariotípica em diversos organismos. Entre essas sequências, os DNAs satélites (satDNAs) estão entre os elementos repetitivos mais dinâmicos e normalmente estão localizados principalmente em regiões cromossômicas pericentroméricas, cromossomos sexuais e cromossomos B. O gênero Ancistrus Kner, 1854, pertence à família Loricariidae e do ponto de vista citogenético é um grupo muito interessante, pois os seus representantes apresentam uma grande variação cariotípica, sendo encontrados indivíduos com 2n = 34 a 2n = 54 cromossomos, além de sistemas cromossômicos sexuais heteromórficos do tipo ZZ/ZW, XX/XY e sistemas múltiplos, que contribuíram para a diversificação cariotípica no gênero. A caracterização e mapeamento de satDNAs por meio de dados de sequenciamento genômico, vem contribuindo para o esclarecimento de mecanismos evolutivos em diferentes espécies de peixes. Em Ancistrus esse conhecimento ainda é limitado, e não há dados atualizados e completos a cerca de satDNAs, apesar de toda a diversificação e diferenciação cromossômica registrado no gênero. Uma caracterização completa dessas sequências poderá fornecer dados interessantes, podendo ser cruciais para o entendimento da evolução dessas sequências no gênero. Neste trabalho, será dada continuidade à caracterização de sequências de satDNAs em Ancistrus iniciada no laboratório de citogenética animal da UNESP de Rio Claro, utilizando análises de bioinformática com dados genômicos para uma completa caracterização das sequências repetitivas presentes no genoma de uma das espécies do gênero.