Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação transcultural e estudo psicométrico da "City University London Birth Trauma Scale" (BiTS) para o contexto brasileiro

Processo: 19/27043-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Flávia de Lima Osório
Beneficiário:Ana Carolina Rossini Darwin
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nascimento   Psicometria   Transtornos de estresse pós-traumáticos

Resumo

O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) consiste em um conjunto de sintomas que ocorrem em resposta a um ou mais eventos traumáticos e pode ocorrer no puerpério, a partir de situações traumáticas relacionadas ao momento do nascimento ou ainda traumas relacionados à saúde do bebê nos primeiros dias de vida. Os impactos associados são múltiplos, podendo ocasionar sentimentos de angústia e desemparo intensos à mãe, comprometimento do vínculo materno-infantil, além de comorbidades diversas. Considerando a gravidade bem como a falta de instrumentos brasileiros para a avaliação de traumas ao nascimento e seus impactos, tem-se por objetivo realizar a adaptação transcultural da "City University London Birth Trauma Scale" (BiTS) para o contexto brasileiro e verificar seus indicadores psicométricos de validação e confiabilidade. A adaptação transcultural envolverá as etapas de tradução independente do instrumento, versão de síntese, retrotradução, pré-teste com cerca de 15 mulheres com diferentes características sociodemográficas e elaboração da versão final. A análise da validade de conteúdo consistirá de uma avaliação qualitativa e quantitativa (coeficiente de validade de conteúdo) e será realizada por um comitê de especialistas multidisciplinar. A consistência interna será avaliada por meio do Alfa de Cronbach, a validade discriminativa pela curva ROC e comparação de grupos distintos, a validade concorrente terá como referência o instrumento "Lista de Verificação de TEPT para o DSM-5" (PCL-5) e será calculada por meio de teste de correlação, a estrutura da BiTS será feita por técnicas de análise fatorial exploratória/confirmatória e a confiabilidade teste-reteste (após 15 a 30 dias) será avaliada por meio do coeficiente de correlação intraclasse. As análises serão feitas por meio do programa estatístico SPSS, adotando-se para todas as análises, nível de significância de p d 0,05.