Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novas ferramentas moleculares para identificação de Fusarium spp. de relevância médica

Processo: 21/02326-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Anderson Messias Rodrigues
Beneficiário:Alex Silva Santos
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/27265-5 - Epidemiologia molecular e perspectivas genômicas na evolução e propagação de patógenos fúngicos emergentes, AP.JP
Assunto(s):Técnicas de diagnóstico molecular   Epidemiologia   Fusarium   Fusariose   Micologia   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)   Análise de sequência de DNA

Resumo

Os avanços recentes na medicina melhoraram e prolongaram vidas, mas também aumentaram o número de indivíduos vulneráveis a doenças fúngicas. A fusariose leva ao desenvolvimento de onicomicoses e ceratites em indivíduos imunocompetentes e há a possibilidade de disseminação sistêmica em imunocomprometidos. A porta de entrada do Fusarium remete a inalação de propágulos fúngicos ou a inoculação traumática nos tecidos do hospedeiro. Os principais agentes etiológicos estão inseridos nos complexos F. solani (FSSC), F. oxysporum (FOSC) e F. dimerum (FDSC). Apesar da relevância clínica, as metodologias diagnósticas ainda não são totalmente elucidadas ou possuem limitações. Portanto, este projeto tem o objetivo de estabelecer e padronizar a PCR quantitativa em tempo real (qPCR) para identificação de Fusarium spp. de importância clínica diferenciando entre FSSC, FOSC e FDSC. A padronização será baseada no protocolo "Sequence Detection System - Chemistry Guide", que incluem diretrizes para a elaboração dos ensaios de qPCR. Portanto, desenharemos iniciadores moleculares e sondas de hidrólise complexo-específicos para detecção de FSSC, FOSC e FDSC, favorecendo ensaios multiplex. Será avaliado o desempenho da qPCR por meio da eficiência de amplificação (E), sensibilidade (Sen), especificidade (Esp), limite de detecção (LoD), competição entre alvos, valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN). O desempenho da qPCR será comparado com outras ferramentas moleculares padrões, como o sequenciamento de DNA (e.g., EF-1±) utilizando o teste de concordância Kappa. Avaliaremos o potencial para detecção de DNA de Fusarium spp. empregando modelo murino de fusariose (BALB/c). O presente trabalho contribuirá para melhorarmos o diagnóstico da fusariose com a possibilidade de detecção de espécies de relevância clínica no Brasil. (AU)