Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade física do solo em sistemas integrados de produção agropecuária, pastagens e floresta nativa: correlação entre medidas de campo, analíticas e digitais

Processo: 19/14144-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Miguel Cooper
Beneficiário:Gustavo Pereira Valani
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Manejo do solo   Conservação do solo   Sistemas de produção integrados   Agrossilvicultura   Agropecuária   Pastagens   Florestas

Resumo

Os sistemas integrados de produção agropecuária compõem uma estratégia promissora para promoção da qualidade do solo e provisão de serviços ecossistêmicos. Esse projeto tem como objetivo avaliar a qualidade física do solo em sistemas integrados de produção agropecuária, pastagens e floresta nativa através de medidas de campo, analíticas e digitais e correlacionar os parâmetros avaliados. Seis sistemas de manejo serão amostrados em uma área experimental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Pecuária Sudeste: pastagem contínua, pastagem rotacionada, integração pecuária-floresta, integração lavoura-pecuária, integração lavoura-pecuária-floresta e floresta nativa. Um conjunto de análises serão realizadas para inferir sobre a qualidade física do solo, incluindo análises realizadas em campo (infiltração e avaliação visual da estrutura do solo), análises analíticas (densidade do solo, condutividade hidráulica do solo saturado, curva de retenção de água no solo, resistência do solo à penetração e índice de estabilidade de agregados) e análises digitais (micromorfometria, tomografia computadorizada e análises multifractais). Os resultados de cada análise serão analisados por testes não-paramétricos e análises exploratória multivariadas. O projeto teve início em 2019/1 e seguirá até 2023/1. A equipe de trabalho é formada por profissionais da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" da Universidade de São Paulo, da Embrapa Pecuária Sudeste, da Universidade Federal do Pernambuco e da Universidade de Rutgers. Os resultados desse projeto serão importantes para compreender o funcionamento físico-hídrico do solo em sistemas integrados, além de incrementar uma base de dados já existente sobre a área experimental. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)