Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos de processos de escalonamento e fracionamento na obtenção de extrato oleaginoso contendo bioativos padronizados da semente do urucum através de processos de extração por fluido CO2 supercrítico (SFE)

Processo: 21/02893-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Milena Morandi Vuolo
Beneficiário:Breno da Silva Santos
Empresa:Rubian Xtract Serviços Ltda
CNAE: Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Vinculado ao auxílio:20/05660-2 - Complexo oleaginoso da semente de urucum (Bixa orellana) para aplicação no controle de peso e comorbidades: desenvolvimento do produto, determinação da eficácia e segurança, AP.PIPE
Assunto(s):Extratos vegetais   Bixa orellana   Urucum   Extração com fluido supercrítico   Fracionamento   Escalonamento de processos

Resumo

A Bixa orellana popularmente conhecida por urucum, é uma planta nativa do Brasil e produz um complexo oleaginoso com fonte distinta de Vitamina E tocotrienol, juntamente com diterpeno geranylgeraniol e ácidos graxos, com efeito protetor no stress oxidativo, inflamações, injurias cardíacas, além de ação hipocolesterolêmica. Neste contexto, a extração utilizando CO2 no estado supercrítico (SFE), além de proporcionar produtos sustentáveis e seguros, também possibilita o fracionamento dos bioativos, afim de se obter frações enriquecidas com diferentes classes de compostos. Desta forma, o objetivo do estudo é, além do escalonamento do processo de extração do complexo oleaginoso, o fracionamento a fim de se obter porções pré determinadas de bioativos para uma mistura com balanço de massa final ajustada e concentração dos bioativos marcadores padronizada. Para tanto, o estudo de escalonamento do processo extrativo e de fracionamento serão realizados utilizando-se vasos de extração com diferentes volumes e diferentes condições processuais de temperatura, pressão e razões desolventes. A caracterização dos extratos será através das seguintes análises: Quantificação de tocotrienol (HPLC) e geranylgeraniol (CG), Ácidos Graxos (CG) índice de acidez e potencial antioxidante (ORAC).