Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação e descrição de technostress em estudantes universitários

Processo: 20/14257-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Lourencetti
Beneficiário:Alexia Rino Ferraz de Oliveira
Instituição-sede: Centro Universitário Sagrado Coração (UNISAGRADO). Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus (IASCJ). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde mental   Patologia   Novas tecnologias   Comportamento social   Estudantes universitários   Coleta de dados   Entrevista

Resumo

Na contemporaneidade, a tecnologia passou a ser introduzida de forma intensa na vida cotidiana, trazendo benefícios e malefícios. É na compreensão desses malefícios que a presente proposta se insere, visando explorar aspectos relacionados ao Technostress, termo apresentado pela primeira vez em 1984 como uma patologia moderna de adaptação causada pela incapacidade dos indivíduos em lidar com as novas tecnologias de forma saudável, apresentando uma série de características e consequências biológicas, comportamentais, psicológicas e sociais. Tendo em vista que os universitários estão em constante contato com as mais diversas formas tecnológicas e lidando com pessoas, pontos essenciais para o estresse em detrimento da tecnologia, a presente pesquisa objetiva identificar e avaliar indicadores de technostress em estudantes universitários, assim como possíveis variáveis que influenciam essa condição e suas consequências. Para isso, serão convidados nove alunos matriculados em cursos de graduação nas áreas de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e Ciências Biológicas e da Saúde. A coleta de dados se dará por meio de entrevista individual que seguirá roteiro semiestruturado contendo questões voltadas à compreensão da relação que o entrevistado estabelece com a tecnologia, bem como contará com a aplicação de dois instrumentos, sendo eles, uma Ficha de Caracterização do Participante e o Inventário de Qualidade de Vida (WHOQOL-bref). Os relatos verbais serão transcritos e categorizados para análise de conteúdo, assim como os dados dos instrumentos serão analisados qualitativamente.