Busca avançada
Ano de início
Entree

Germinação de sementes e cultivo de Melocactus zehntneri (Cactaceae)

Processo: 21/01814-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Jean Carlos Cardoso
Beneficiário:Mariana Freitas Campos Magnani
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Germinação de sementes   Fertirrigação   Adubação   Condutividade elétrica   Substratos   Cactaceae   Casa de vegetação   Técnicas in vitro

Resumo

Melocactus zehntneri é uma cactácea popularmente conhecida como chapéu-de-frade e é endêmica da região nordeste do Brasil, especialmente na caatinga. Seu crescimento vegetativo é lento, podendo levar anos para atingir a fase reprodutiva. É um cacto com grande potencial ornamental e sua crescente demanda comercial é um dos fatores que ameaça à diminuição de seus indivíduos em sua área de ocorrência, podendo impedir que estes exerçam importantes funções ambientais. Alternativas à retirada de indivíduos de suas áreas naturais são fundamentais para a manutenção e conservação da espécie. Em contrapartida, o comércio de plantas ornamentais possui grande importância na movimentação econômica do país. A produção e a germinação de sementes, sob condições controladas, associado ao estabelecimento de técnicas de cultivo, são alternativas que possibilitam atender a comercialização e auxiliam na conservação da espécie. Com estratégias de cultivo também é possível acelerar o tempo de desenvolvimento das plantas em relação ao seu habitat de ocorrência. Dessa forma, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo estabelecer procedimentos que otimizem as etapas de germinação e desenvolvimento inicial da espécie Melocactus zehntneri pelo cultivo de seus indivíduos em casa de vegetação. Para obter sucesso, serão testados fatores como a escarificação ácida e aplicação de fitorreguladores visando aumentar e acelerar a germinação de sementes em condições in vitro. Após a germinação, as plântulas obtidas serão submetidas a dois experimentos, um com diferentes substratos de cultivo e outro de adubação, sendo utilizados diferentes valores de pH e condutividade elétrica da solução de fertirrigação para avaliar o desenvolvimento inicial das plântulas em substrato. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)